Chuvas/Santiago Norte: Estrada de Banana Semedo em Santa Catarina continua cortada – responsável

Assomada, 15 Set (Inforpress) – As estradas de Santiago Norte, com excepção da de Banana Semedo em Santa Catarina, estão “todas transitáveis”, depois de algumas terem sido cortadas no último fim-de-semana, devido às fortes chuvas registadas na região.

A informação foi avançada hoje à Inforpress pelo comandante regional da Protecção Civil e Bombeiros de Santiago Norte, Amaro Varela, prevendo que aquela via vai estar desobstruída antes do final de semana, tendo em conta que as autoridades já estão no terreno para afazer a limpeza.

Entretanto, informou que a estrada de Chã Tanque em Santa Catarina foi aberta ao trânsito, esta segunda-feira, após a limpeza.

Em Santiago Norte, o “estrago maior” após as últimas chuvas, segundo a mesma fonte, foi registado nos municípios de Santa Catarina, na localidade de Ribeira da Barca, e em São Salvador do Mundo, em Chão Rodrigues.

Em Ribeira da Barca, a enxurrada deixou fissuras na ponte/passagem aérea e fez ceder parte do parque infantil, nas obras de requalificação da orla marítima daquela vila piscatória, inauguradas em Novembro de 2019, orçadas em mais de 27 mil contos.

Ainda nessa vila, as enxurradas provocaram a queda de uma parte de um muro de protecção na localidade de Lém Rocha.
A propósito da ponte, o chefe do executivo municipal, José Alves Fernandes, disse esta segunda-feira, que a circulação na mesma está interditada, mas que a edilidade já tem uma equipa técnica no terreno para fazer avaliação dos danos para intervenções urgentes.

Instado sobre as críticas de que as obras de requalificação de Ribeira da Barca foram mal planeadas e executadas, o edil santa-catarinense exortou os críticos a apresentarem estudos e justificativos que provem disso.

Já em Chão Rodrigues, as obras de requalificação urbana e ambiental daquela comunidade, também inauguradas em Novembro e orçadas em 16 mil contos desabou, com destaque para a queda de 90 por cento do muro de protecção.

As autoridades procederam a limpeza da via no mesmo dia (domingo) e a via que liga Santa Catarina, Tarrafal e Praia está “transitável”, conforme constatou a Infopress no terreno.

A propósito do desabamento da obra de Chão Rodrigues, o presidente da câmara, Ângelo Vaz, disse esta segunda-feira, que a autarquia vai abrir um inquérito para apurar a causa dessa derrocada.

No entanto, descartou a “má qualidade” da obra e evocou “força da natureza”, sustentando que todos viram a quantidade de chuva que caiu nos últimos dias nesse município do interior de Santiago.

Tendo em conta que, a chuva vai continuar nos próximos dias, o comandante regional da Protecção Civil e Bombeiros aconselhou a população de Santiago Norte a adoptar as medidas de auto-protecção da época das chuvas e fazer inspecção das moradias e abandonar a casa se detectado tecto em “perigo iminente” de cair.

Recomendou ainda a limpeza das bordas e arredores das casas, visando o escoamento de água e evitar aglomeração de pessoa, isto porque, lembrou, ainda se está em tempo da pandemia de covid-19.

Não obstante, os estragos, a chuva trouxe alegria aos homens do campo da região Santiago Norte, que perspectivam “um bom ano agrícola”, caso haja queda de mais precipitações.

As chuvas fortes registadas durante o fim-de-semana também levaram água até as barragens da região, sobretudo à de Poilão (São Lourenço dos Órgãos) que estava completamente seca.

A região conta com mais cinco barragens, nomeadamente a de Faveta (São Salvador do Mundo) Figueira Gorda (Santa Cruz), Saquinho (Santa Catarina), Flamengos e Ribeira Principal (São Miguel).

FM/DR
Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos