Chuva das monções provoca 5 mortos e 5 desaparecidos no Sri Lanka

Colombo, Sri Lanka, 05 Jun (Inforpress) – A chuva das monções no Sri Lanka resultou em cinco mortos e cincos desaparecidos por causa dos deslizamentos de terras e inundações, que afectaram mais de 180 mil pessoas, adianta hoje a EFE.

Segundo a agência de notícias espanhola, que cita o Centro de Gestão de Catástrofes (DMC) as cinco mortes registaram-se nas últimas 24 horas em diferentes partes da ilha, estando ainda a decorrer, em três distritos, operações de busca das cinco pessoas desaparecidas.

Além dos mortos e desaparecidos, a EFE destaca o resgate de 29 pessoas vítimas de inundações causadas pelo mau tempo.

“Mais de 4.000 pessoas foram transferidas para lugares seguros à medida que as chuvas continuam a causar estragos em muitas partes da ilha”, apontou o director da DMC Efe.

Diferentes partes do país estão sob alerta devido ao perigo de deslizamentos, estando a situação a ser monitorizada pela National Building Survey Organisation.

No Sri Lanka as inundações são um flagelo comum com as chuvas torrenciais que acompanham as monções e que costumam atingir o país entre Maio e Setembro.

O mau tempo, refere a EFE, está ainda a dificultar os esforços para fazer face aos danos causados pelo incêndio, na quarta-feira, e subsequente afundamento do cargueiro químico X-Press Pearl, que se receia que tenha desencadeado um derrame de petróleo.

O Sri Lanka está também a braços com um novo surto de casos de infecção pelo novo coronavírus, estando o país a registar diariamente números recordes de infecções, ultrapassando as três mil por dia.

No total, 195.800 casos de infecção pelo novo coronavírus foram detectados naquele país a sul da Índia, que resultaram em mais de 1600 mortes, 42 das quais registadas nas últimas 24 horas.

Inforpress/Lusa/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos