China adverte que conflito na Coreia do Norte pode “rebentar a todo o momento”

Pequim, 14 Abr (Inforpress) – A China advertiu hoje que “um conflito pode rebentar a todo o momento” na Coreia do Norte, depois das novas ameaças dirigidas pelo Presidente norte-americano, Donald Trump, ao governo de Pyongyang.
O alerta foi feito em conferência de imprensa pelo ministro dos Negócios Estrangeiros chinês, Wang Yi, depois de Trump ter dito na quinta-feira que a Coreia do Norte é um “problema” que “será tratado”.

O chefe da diplomacia chinesa defendeu que “o diálogo é a única saída possível” no decorrer de uma conferência de imprensa conjunta com o homólogo francês, Jean-Marc Ayrault.

Wang Yi considerou que quem quer que desencadeie um conflito na península coreana “deverá assumir a responsabilidade histórica e pagar o preço”.

“No dossier nuclear norte-coreano, o vencedor não será aquele que tiver as propostas mais duras ou que mostrar mais os músculos. Se ocorrer uma guerra, o resultado será uma situação em que ninguém sairá vencedor”, alertou o ministro chinês, sem se referir directamente às ameaças do Presidente norte-americano.

Na quinta-feira, Donald Trump abordou a situação na Coreia do Norte depois de os Estados Unidos terem largado uma bomba não-nuclear no leste do Afeganistão, o mais potente dispositivo convencional do arsenal norte-americano.

“A Coreia do Norte é um problema, o problema será tratado”, afirmou Donald Trump.

Na semana passada, Trump esteve reunido com o Presidente chinês, Xi Jinping.

Lusa/fim

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos