Search
Generic filters
Filter by Categories
Ambiente
Cooperação
Cultura
Economia
Internacional
Desporto
Politica
Sociedade

Certificação confere “maior confiança” por parte de quem compra e quem consome – Responsável

Cidade da Praia, 19 Nov (Inforpress) – A presidente do Instituto de Gestão da Qualidade e da Propriedade (IGQPI) disse hoje que a certificação é uma via para a valorização dos produtos locais, conferindo-os “maior confiança” por parte de quem compra e consome.

Ana Paula Spencer fez essas considerações na abertura de uma formação de auditores e consultores nas Normas IS0 17065 e 17067, que se enquadra no projecto da implementação de programas de certificação de produtos e serviços.

Para a responsável do IGQPI, são os consultores e auditores ora em formação que vão assistir aos operadores económicos interessados em certificarem os seus produtos e serviços.

Segundo ela, os operadores podem utilizar esta via para conferirem “credibilidade e fiabilidade” aos seus produtos, permitindo que os mesmos se insiram no nicho dos mercados regional e internacional e no mercado local do turismo.

“Esta formação de consultores e auditores é feita em parceria com o Ministério do Ambiente e Agricultura, através da Direcção-Geral da Agricultura, Silvicultura e Pecuária no sentido de se trabalhar programas de certificação de produtos agrícolas e agroalimentares”, precisou aquela responsável, acrescentando que existe uma “demanda premente” no sentido da qualidade para que estas mercadorias abasteçam as grandes redes hoteleiras do país.

Ana Paula Spencer não tem dúvidas que a certificação constitui também uma das vias para a valorização dos produtos e serviços produzidos localmente, conferindo “maior confiança” por parte de quem compra e quem consome.

Para que tal aconteça, de acordo com as suas palavras, é por isso que se está a criar uma “expertise nacional” no domínio da certificação de produtos.

No caso das cadeias de valor agrícola, é necessário que estas estejam organizadas, para que os operadores possam adequar-se às exigências e requisitos dos programas de certificação de produtos agrícolas e agro-alimentares.

A formação dos consultores e auditores é ministrada por um especialista internacional com larga experiência no ramo da certificação e faz parte de um conjunto de actividades em curso para operacionalizar a Comissão Nacional de Certificação (CONCERT), criada e aprovada em Conselho de Ministros, no mês de Outubro.

LC/CP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos