Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

CERMI forma neste momento 150 jovens em áreas de sistemas fotovoltaicos, climatização e sistemas solares térmicos

Cidade da Praia, 14 Fev (Inforpress) – O Centro de Energias Renováveis e Manutenção Industrial (CERMI) forma, neste momento, 150 jovens nas áreas de instalação e manutenção de sistemas fotovoltaicos, sistemas de frio e climatização e sistemas solares térmicos de aquecimento de água.

Segundo Edson Mendes, coordenador da Unidade de Formação e Projectos do CERMI, do total destes formandos 120 são provenientes de Santiago e 30 das ilhas do Sal, Boa Vista e Maio.

O responsável avançou estas informações em declarações à imprensa à margem do acto de apresentação dos resultados do 15º concurso do Fundo de Promoção do Emprego e da Formação presidido pelo secretário de Estado para Inovação e Formação Profissional, Pedro Lopes.

No final da formação, Edson Mendes espera que os 150 formandos saiam “capacitados para o mercado do trabalho” e, para o efeito, conforme revelou, existe uma ligação com várias empresas instaladas em Santiago, Maio, Boa Vista e Sal.

“Contamos ter 30 por cento dos formandos inseridos no mercado do trabalho, após o término da formação”, precisou Edson Mendes, acrescentando que o CERMI espera “incubar os melhores formandos” para a criação dos seus próprios negócios.

Entretanto, conforme apurou a Inforpress, para além dos 150 jovens contemplados com bolsas do Fundo do Turismo, a população estudantil do CERMI é, neste momento, de 383 jovens.

Instado se a CERMI tem a intenção de formar jovens, tendo em conta o projecto de dotar o país de carros eléctricos, disse que a instituição está “disponível para colaborar” na vertente da capacitação com vista a criar de “forma sustentável” o mercado da mobilidade eléctrica.

Por sua vez, o presidente do conselho de administração do CERMI, Luís Teixeira, garante que 2019 vai ser um “ano ainda melhor” do que em 2018, em termos de formação profissional e estágios profissionais.

LC/FP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos