Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Cerca de 150 jovens contemplados com bolsa de estudos para cursos de formação profissional pelo CERMI

Cidade da Praia, 21 Jan (Inforpress) – O Centro de Energias Renováveis e Manutenção Industrial (CERMI) fez hoje a apresentação pública de seis novos cursos de formação profissional, beneficiando cerca de 150 jovens com uma bolsa de estudos.

Em declarações aos jornalistas, o presidente do conselho da administração do CERMI, Luís Teixeira, explicou que os cursos estão ligados à área das energias renováveis, solar foto voltaico, instalações eléctricas, telecomunicações, frio e climatização, sector que tem tido “uma boa saída” a nível do mercado de trabalho.

Luís Teixeira avançou que os jovens contemplados iniciam a formação no próximo dia 25, seleccionados através de um concurso público para atribuição de bolsas de estudos financiado a 100% pelo Governo.

A formação, segundo a mesma fonte, está alinhada com o mercado de trabalho e com a estratégia do Governo a nível da transição energética, bem como da massificação da micro geração com uma alta taxa de empregabilidade.

“São cursos em que os alunos conseguem arranjar emprego com mais facilidade, sendo que cerca de 200 jovens terminaram em 2020, e era importante começarmos a dar sinais que estamos a funcionar, não obstante a questão da pandemia da covid-19”, sublinhou, adiantando que os estudantes de outras ilhas vão retomar as aulas no início de Fevereiro, após a suspensão da mesma devido ao novo coronavírus.

Luís Teixeira assegurou que grande parte dos estudantes da CERMI tem uma bolsa de estudos e que aos estudantes de outras ilhas são financiados a estadia, a alimentação e a viagem.

Para Mónica Teixeira, uma das contempladas e que vai cursar Telecomunicações, trata-se de uma área de que sempre gostou, já o sector da formação profissional tem “uma boa saída” a nível do mercado de trabalho.

Por outro lado, Manuel Montrond, que está inscrito no curso Frio e Climatização, disse que deseja aperfeiçoar mais o seu conhecimento já que tem alguma experiência neste sector, apesar de estar desempregado.

O CERMI tem o objectivo de promover a difusão do conhecimento e o desenvolvimento de competências para o exercício de actividades profissionais de excelência no domínio das energias renováveis e manutenção industrial.

Foi criado para ser um centro de referência internacional, particularmente vocacionado para o mercado da Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO) e dos Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP), e que oferece condições formativas, de auditoria, certificação, fiscalização, metrologia, monitorização e de investigação e desenvolvimento.

O centro está dotado de condições capazes de responder aos desafios tecnológicos que Cabo Verde e os países da região enfrentam para o seu desenvolvimento sustentado, nas áreas da energia renovável e manutenção industrial, segundo a mesma fonte.

AV/AA

Inforpress/Fim

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos