Centro Interpretativo de São Lourenço dos Órgãos vai relançar o turismo rural no concelho – presidente da câmara (c/áudio)

João Teves, 22 Jul (Inforpress) – O presidente da câmara de São Lourenço dos Órgãos disse acreditar que o centro interpretativo, inaugurado hoje, vai diversificar a oferta turística e relançar o turismo rural no concelho e em Santiago Norte.

Carlos Vasconcelos falava à imprensa, após a inauguração do espaço denominado “Kintal de Nós Djentis”, financiado pelo Governo em 32 mil contos, cujo acto foi co-presidido pelo ministro da Agricultura e Ambiente, Gilberto Silva, em representação do Governo.

“Este espaço vai diversificar o produto e a oferta turística de São Lourenço dos Órgãos, onde o turista vai ter a percepção daquilo que é o município, a fauna e a flora, e todos os trabalhos de investigação que o Instituto Nacional de Investigação e Desenvolvimento Agrário (INIDA) tem feito em São Lourenço dos Órgãos”, afirmou o autarca laurentino.

Acrescentou ainda que referido espaço vai trazer “mais valências” ao mercado do turismo e relançar o turismo rural em Santiago Norte, e em particular nesse município, que beneficia do programa de valorização turística e ambiental das aldeias rurais.

De entre os serviços destacou a museologia (hábitos e costumes do município), a parte da interatividade entre turistas e aquilo que são as potencialidades do município, através das novas tecnologias de informação e comunicação.

Os conteúdos, segundo a mesma fonte, estão desenvolvidos em três “idiomas fundamentais”, nomeadamente o português, o inglês e o alemão.

Por seu turno, o ministro da Agricultura e Ambiente explicou que este espaço, além de divulgar o conhecimento à volta dos costumes, da cultura e da realidade da natureza (flora e fauna), vai servir ainda para partilhar todo o conhecimento que o INIDA tem produzido à volta da biodiversidade, da geodiversidade e das práticas agrícolas.

“Portanto, é algo que é bastante útil não só para os turistas, mas, também para qualquer cidadão, sobretudo jovens estudantes, que podem visitar este espaço e ali aprender muita coisa”, notou o governante.

Gilberto Silva considerou o Centro Interpretativo de São Lourenço dos Órgãos “bastante moderno”, por utilizar “muito bem” as ferramentas audiovisuais com recursos às novas tecnologias.

Por isso, defendeu que tal recurso tecnológico deve servir de modelo para os vários outros centros a serem construídos pelos municípios e nos vários outros pontos da ilha de Santiago e de Cabo Verde.

“Este é um passo fundamental para um bom lançamento daquilo que é o turismo rural”, declarou o ministro.

No entanto, admitiu que ainda é preciso fazer muito mais para o sector do turismo em São Lourenço dos Órgãos, que passa pelo melhoramento dos caminhos vicinais, da oferta de serviços no domínio de hospedagem e restauração.

Daí que, segundo ele, tal investimento é uma oportunidade para a população, sobretudo os jovens, tendo, por outro lado, aconselhado os laurentinos a zelarem que todo este desenvolvimento turístico ocorra num ambiente de segurança, visando atrair turistas e novos visitantes.

FM/JMV
Inforpress/Fim

 

 

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos