Casa de Cabo Verde é o nome da primeira associação de cabo-verdianos na região de Lombardia (Itália)

Cidade da Praia, 29 Abr (inforpress) – “Casa de Cabo Verde” é o nome da primeira associação de cabo-verdianos na região de Lombardia, Norte de Itália, a ser apresentada oficialmente este domingo, na Cidade do Milão.

Em nota imprensa, a organização considera tratar-se de um facto” histórico” para a diáspora cabo-verdiana em Milão, visto que muitas “tentativas frustradas” tinham sido feitas no passado para a criação de associação nesta região italiana.

A “Casa de Cabo Verde” – Associação Cabo-verdiana na Região de Lombardia – actua na promoção social e tem como objectivo, a promoção do reforço da identidade cultural e o desenvolvimento social e civil dos cabo-verdianos residentes em Itália e, em especial, Milão e arredores.

O reforço da ligação da “segunda geração” e as sucessivas, com Cabo Verde, bem como a valorização da tradição, história e cultura são outros propósitos desta organização.

A criação da “Casa de Cabo Verde” é dedicada à memória do músico e compositor cabo-verdiano Manuel d’Novas, numa escolha democrática entre os nomes mais importantes da diáspora radicada em Itália.

“A escolha de Manuel d’Novas deve-se ao facto dele próprio ter sido imigrante, como também pela herança artística que deixou à cabo-verdianidade, nomeadamente ter composto o hino de todo emigrante e que retrata a história do cabo-verdiano, que é a “Biografia d’um Crioulo”, justifica os promotores.

No mesmo dia, após a apresentação da associação, vai ser aberto o Gabinete de Apoio à Inserção Social e Profissional dos Imigrantes cabo-verdianos em Itália

Trata-se de um projecto de intervenção para a integração dos imigrantes, desenvolvido pela sobrinha de Manuel d’Novas Edna Lopes, cabo-verdiana, tradutora e consultora de Imigração.

OM/JMV

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos