Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Cardeais e bispos da CEDEAO e Mauritânia celebram o 485º aniversário da criação da Diocese de Santiago 

 

Cidade da Praia, 28 Jan (Inforpress)  – A diocese de Santiago, a mais antiga da África moderna, antecipou hoje, na Catedral Nossa Senhora da Graça, a celebração do 485º aniversário da sua criação com uma solene eucaristia com 18 bispos e dois cardeais.

A cerimónia em honra a fundação da Diocese de Santiago de Cabo Verde, que se assinala a 31 do corrente, foi presidida pelo cardeal Dom Arlindo Furtado, mas também contou com o seu homólogo Peter Turkson, Prefeito do Dicastério para a Promoção do Desenvolvimento Humano Integral.

Durante a missa dominical, a catedral esteve apinhada de fiéis que receberam  as autoridades eclesiásticas  do Conselho Permanente dos Bispos da África Ocidental (CEDEAO e a Mauritânia), que reúne representantes das Conferências Episcopais dos países da África Ocidental de língua francesa, portuguesa e inglesa (CERAO-RECOWA).

Na sua homilia, Dom Arlindo Furtado destacou o papel da diocese de Cabo Verde na evangelização numa parte da Costa Ocidental da África, reafirmando que a igreja cabo-verdiana funcionou como uma “espécie da igreja-mãe” e que acolhe com “muito gosto” os representantes de cada um dos países integrantes da comunidade mais a Mauritânia.

Na ocasião, mergulhou na evangelização para considerar o matrimónio como um dom de Deus para   os contrariantes, filhos, sociedade, igreja, presente e o futuro, pelo que deve ser vivido “no e para o Senhor”.

Dom Arlindo Furtado fez questão de sublinhar que os que optarem pelo celibato, ou que ainda são solteiros ou que vivem em estado de viuvez,   estão mais livres para servir totalmente o senhor.

As autoridades eclesiásticas participam neste  VI encontro do Conselho Permanente dos Bispos da África Ocidental 32, que decorre no Seminário São José, na Cidade da Praia,  onde serão abordados temas vários relacionados com a família, a juventude, a pastoral social, incluindo a análise da situação política nos respectivos países.

Neste encontro estão também presentes os presidentes das conferências episcopais que também participam numa formação específica sobre a questão da “Liderança da Igreja em África» e debatem sobre melhor agir e estar na igreja e na sociedade.

O Conselho Permanente reúne-se uma vez por ano (este é o 6º encontro) para fazer a avaliação geral do andamento dos trabalhos programados, o reforço da coesão das igrejas de diversas línguas e culturas, de forma a estarem mais unidas entre si as igrejas locais e nos países da Costa Ocidental da África.

No ano passado, Dom Arlindo Furtado, que tinha sido nomeado membro da Comissão de Finanças, participou no encontro pela primeira vez.

SR/AA

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos