Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Candidatura de Cabo Verde a membro da Comissão da OMT é uma “grande vitória” para o turismo e diplomacia cabo-verdiana – Governo (Rectificada)

 

Cidade da Praia, 03 Jul (Inforpress) – O ministro da Presidência do Conselho de Ministros e dos Assuntos Parlamentares disse hoje que a candidatura de Cabo Verde a membro da comissão da Organização Mundial de Turismo (OMT)  é uma “grande vitória” para o turismo e diplomacia cabo-verdiana.

Fernando Elísio Freire, falava à Radio Nacional à margem da 29º Cimeira da União Africana, que decorre durante dois dias (03 e 04) em Adis Abeba, Etiópia, com Cabo Verde representado pelo ministro da Presidência do Conselho de Ministros e dos Assuntos Parlamentares.

“Queria dizer que é uma grande vitória essencialmente para a diplomacia cabo-verdiana, para Ministério da Economia e turismo, (…) o nosso país hoje está em condições de ser apresentado como um candidato da União Africana para ocupar o cargo no Conselho Executivo da Organização Mundial de Turismo”, enfatizou.

O ministro garantiu que a UA, neste momento, está a receber a candidatura de Cabo Verde de forma formal, mas adiantou que o importante são as eleições que vão decorrer na China no mês de Setembro.

A candidatura de Cabo Verde, adiantou, foi apoiada e aprovada a membro do Conselho Executivo da Organização Mundial de Turismo neste domingo, 02 de Julho, pelo Conselho de Ministros da União Africana (UA), cujas eleições serão realizadas daqui a dois meses na China.

De entre as principais questões a serem abordadas, a portas fechadas, pelos estadistas, constam a da integração regional (com enfoque na Zona de Livre Comércio), a situação de paz e segurança no continente, a análise do orçamento, situação humanitária e as reformas estruturais.

A cimeira, que aborda o tema “Aproveitamento do Dividendo Demográfico, Investindo na Juventude”, vai ser marcada pela realização de eleições dos comissários da UA para os Assuntos Económicos, e para os Recursos Humanos, Ciência e Tecnologia, que não foram eleitos na 28ª Cimeira, bem como dos membros da Comissão Africana dos Direitos Humanos e dos Povos (CADHP).

AF/ZS

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos