Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Candidatura da Morna na lista do património cultural imaterial já figura no site da Unesco

Cidade da Praia, 04 Jun (Inforpress) – O ministro da Cultura e das Indústrias Criativas disse hoje que o facto de a candidatura da morna a património cultural imaterial estar já no “site” da Unesco significa que Cabo Verde passou nos primeiros testes.

Abraão Vicente fez esta leitura em declarações à imprensa, na Cidade da Praia, quando convidado a falar da candidatura da morna a património cultural imaterial que já figura na página da organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), na Internet.

“Nós fizemos um trabalho minucioso, entregamos todas as peças e esperávamos, ainda, até Setembro, caso houver algum reporte da Unesco para reforçar algumas das peças. Figurar no “site” da Unesco significa que passamos no teste e que fizemos bem o nosso trabalho”, afirmou.

O governante, que considerou tratar-se de um “passo significativo” para Cabo Verde, sublinhou que o país vai ficar à espera, até Setembro, de alguma pergunta que a Unesco entenda necessária de forma a completar o processo.

Ainda segundo o ministro, a partir de Setembro, Cabo Verde vai começar uma intensa acção diplomática, visando conseguir o apoio explícito dos países que irão votar em Dezembro de 2019.

A entrega da candidatura da morna a património cultural imaterial pelo ministro Abraão Vicente à Unesco aconteceu em Paris, em Março último.

O dossiê entregue é composto por um formulário, um filme, um portfólio fotográfico e por declarações de cantores, músicos, poetas, compositores e outras entidades para quem a morna representa a alma e a vida de Cabo Verde. Trata-se do resultado de um extenso trabalho de investigação e contacto desenvolvido pelo Instituto do Património Cultural (IPC) nos últimos dois anos.

O pedido de Cabo Verde encontra-se entre 50 manifestações que serão avaliadas em finais de 2019, em assembleia geral da Unesco.

PC/CP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos