Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Campeonato de Santiago Sul de karaté apura campeões para o Campeonato Nacional

Cidade da Praia, 14 Jul (Inforpress) – O presidente de Associação Santiago Sul de Karaté (ASSK), Cristiano Sanches, manifestou-se satisfeito com o nível do karatér exibido pelos praticantes durante o campeonato regional disputado hoje nas modalidades da katá e kumité no pavilhão Desportivo do Bairro Craveiro Lopes, Cidade da Praia.

A prova, qualificável para o título de campeão de Santiago Sul e o consequente apuramento para o Campeonato Nacional, foi marcado por 20 combates, dos quais 11 na disciplina de katá e nove em kumité envolvendo 30 atletas dos 59 inicialmente inscritos, nos escalões de infantis, iniciados, juvenis, cadetes, juniores, sub-21 e sénior.

Sanches enalteceu o facto de os atletas se terem apresentado em forma física e ritmo próprio que se exige numa competição, e manifestou também a sua alegria por a prova terminar sem qualquer lesão ou qualquer outro constrangimento que pudesse pôr em causo o andamento da prova.

Contudo, em termos de constrangimentos, lamenta as dificuldades na organização desta prova, dado que os recursos financeiros foram limitados, mas avançou que tiveram de trabalhar nesta base “socorrendo-se” a parcerias para atingirem os objectivos preconizados.

Cristiano Sanches avançou aos jornalistas que o campeonato regional contou com praticantes de seis escolas de Santiago Sul, filiadas, em representação do Centro Educativo Karaté, Centro Karaté da Praia, Centro karaté Hermilindo, Escola Yukukay “Joaquim”, Academia Cardineia, de Dulceneia Cardoso, e Academia Mestre.

Os atletas vencedores, tanto em masculino como em feminino, vão representar a região desportiva de Santiago Sul no Campeonato Nacional a ser disputado em Agosto, local ainda por designar pela Federação Cabo-verdiana de karaté.

Sanches confirma que nem todas as escolas de Santiago Sul inscreveram nesta competição, “aberta a todas as escolas”, mas indicou que a direcção que lidera, saída nas eleições de Abril último, tem um plano de trabalho para unificar todos os praticantes, de forma a que se possa aumentar o número de competitividade e que a própria Cidade da Praia possa estar, cada vez mais representada nas provas nacionais.

SR/FP

Inforpress/Fim

 

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos