Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Campanha “menos álcool mais vida” lança selo e música para alargar mensagem de prevenção

Cidade da Praia, 18 set (Inforpress) – A coordenação da campanha “menos álcool mais vida” lançou hoje um selo e uma nova música com o objectivo de alargar e perenizar a mensagem para a prevenção do uso abusivo de bebidas alcoólicas em Cabo Verde.

Segundo o coordenador da campanha, Manuel Faustino, são dois instrumentos que vão agora reforçar a campanha na medida em que representam uma articulação “muito interessante” entre diversas áreas nomeadamente da comunicação, dos correios, da música e da arte que já tinha sido utilizada antes.

“São coisas novas, são leituras interessantes e criativas que naturalmente vão dar novo impulso. Nós estamos sempre procurando novas formas, novas maneiras de fazer chegar esta mensagem ao maior número de pessoas aqui no país e na diáspora”, disse.

O selo foi produzido em parceria com os Correios de Cabo Verde (CCV) e tem a assinatura do artista Domingos Luísa.

Já a música foi coordenada pelo embaixador Djam Neguim, bailarino e coreógrafo, e contou com a participação de Cremilda Medina, Neuza de Pina, Ga da Lomba, Grace Évora, Ruben Teixeira e Jennifer Soledade.

“Esse grupo de jovens propõe algo diferente. Diz que o protagonismo entre o álcool e a pessoa não deve ser dividido ao meio. Deve sim haver apenas um protagonista, deve ser a pessoa, o homem. O homem é que deve decidir o que tem de fazer”, explicou.

Manuel Faustino considerou que os resultados conseguidos até este momento pela campanha “menos álcool mais vida” são extremamente positivos ao ponto de levar ao redimensionamento da campanha.

“O objectivo central foi cumprido e ultrapassado há um bom tempo, que era de trazer a problema do uso abusivo de bebidas alcoólicas para a agenda pública, para as pessoas, para sociedade e para escolas, universidades para os quarteis e para a comunicação social. Parece que esse objectivo foi amplamente alcançado”, disse, indicando que 97% de cabo-verdianos reconhecem e apoiam a campanha.

Contudo, salientou que quando se alcança um determinado objectivo outros surgem, sendo que neste momento a preocupação é de tentar junto com outros intervenientes, como o governo, contribuir para a redução efectiva do consumo de bebidas alcoólicas no país.

“Já queremos ultrapassar essa fase de sensibilização, de informação e esclarecimento, queremos resultados concretos”, salientou.

Manuel Faustino sublinhou que durante a vigência foi criado pelos diversos actores, nomeadamente o Governo, o CCAD, a Assembleia Nacional e o Presidente da República, “ambiente extremamente favorável” que se for aproveitado correctamente poderá permitir “dar volta a esta situação” num período de três a cinco anos.

“Não resolver definitivamente, mas criar uma situação mais adequada no relacionamento com as bebidas alcoólicas. Este é o objectivo. Esta é a ambição que nós estamos a definir neste momento”.

A campanha “menos álcool mais vida”, foi lançada a 01 de Julho de 2016 por iniciativa do Presidente da República, Jorge Carlos Fonseca, que termina o seu segundo mandato em Novembro e se prepara para deixar a Presidência da República, uma vez que a legislação cabo-verdiana apenas permite dois mandatos seguidos.  

Manuel Faustino adiantou que a intenção é de continuar com a campanha de forma autónoma, embora seja desejo da coordenação que a mesma continue a ser apoiada pelo novo inquilino do Palácio do Platô.

MJB

Inforpress/Fim 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos