Câmara Municipal da Boa Vista lança concursos para obras de requalificação orçadas em 50 mil contos

Sal Rei, 19 Jun (Inforpress) – A Câmara Municipal da Boa Vista lançou concurso para a requalificação da obra de entrada de Rabil, no valor de 40 mil contos, com prazo de execução de três meses e entrega das propostas até 24 de Julho.

Segundo o vereador de urbanismo, Aristides Mosso Brito, que falava a comunicação social sobre as obras de requalificação municipais, principalmente as dos povoados, que sofreram atrasos devido à pandemia, no dia 12 foram lançados os concursos restritos para requalificação da entrada de Bofareira e largo da praça, tendo as três obras um valor a volta de 50 mil contos.

“Pensamos que com estas obras vamos criar centralidades muito interessantes e uma dinâmica muito forte a nível local contribuindo decisivamente para a melhoria das condições de vida dos munícipes”, afirmou o autarca, assegurando que as obras vão ter um “impacto forte” nas localidades, criando centralidades e contribuir para a melhoria da qualidade de vida da população.

Segundo o vereador, a obra de entrada de Rabil “não é uma muito extensa e será de fácil execução” e que vão primar pelo uso de materiais locais.

Conforme adiantou Aristides Brito, o projecto que terá uma área de intervenção de 20 mil metros quadrados, contempla uma série de intervenções nomeadamente no rearranjo, criação de espaços verdes, passeios amplos, passeios rebaixados, criação de parques de estacionamento, espaços verdes, iluminação, equipamentos e mobiliários urbanos entre outros, que vão permitir as pessoas circular em segurança,

Sobre as obras de requalificação da Bofareira e largo da praça, cujos concursos foram lançados no dia 12, Aristides Brito disse que contemplam uma área de intervenção de 2.800 metros quadrados, e que custarão a autarquia cerca de doze mil contos.

O objectivo do projecto é criar novas centralidades, espaços verdes, área de estacionamento, passeios amplos, contribuindo também para melhorar as condições de vida e o bem-estar da população.

O vereador informou ainda que a autarquia tem ainda em carteira outros projectos para os povoados, na ordem de 80 mil contos, e que nos próximos dias poderão divulgar o concurso do miradouro de Rabil, do miradouro da Estância de Baixo e da requalificação da entrada de Cabeça dos Tarafes, para além da requalificação da praça de Fundo das Figueiras, que, garante, encontra-se “muito avançada” na sua elaboração.

VD/AA

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos