Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Câmara do Tarrafal promete “trabalhar afincadamente” para o desenvolvimento do concelho (c/áudio)

Tarrafal, 14 Jan (Inforpress) – O vereador das Comunidades da Câmara Municipal do Tarrafal reafirmou hoje a firme vontade da edilidade de continuar a “trabalhar afincadamente” para o desenvolvimento desse município do interior de Santiago.

Arnaldo Andrade falava hoje, em representação do presidente da Câmara Municipal do Tarrafal, José dos Reis, na sessão solene da Assembleia Municipal, em comemoração do Dia do Município e do santo padroeiro, Santo Amaro Abade, celebrado a 15 de Janeiro.

O evento teve lugar no Mercado de Artesanato e Cultura e foi presidido pelo Presidente da República, José Maria Neves, e contou com a presença do ministro da Família, Inclusão e Desenvolvimento Social, Fernando Elísio Freire, em representação do Governo.

“Queremos aproveitar esta ocasião para reafirmar a nossa firme vontade de continuar a trabalhar afincadamente e em concertação com o Governo e outros parceiros nacionais e internacionais para pôr de pé e implementar um programa ambicioso de investimento que faça do Tarrafal uma alavanca para o desenvolvimento de Santiago Norte”, reiterou o autarca.

É que, segundo o vereador do Turismo, Projectos, Cooperação e Comunidades, Santiago Norte é uma região marcada por elevados índices de pobreza e desigualdade económica e marasmo económico e social.

“O renovar de esperança que se vive hoje no Tarrafal representa uma enorme força anímica e cria em nós uma responsabilidade acrescida de tudo fazer para transformar em realidade o ideal de desenvolvimento, de bem-estar e de qualidade de vida que todos associam à nossa cidade e ao nosso concelho”, comprometeu-se em nome do chefe do executivo camarário, que por motivo de doença não esteve presente na sessão solene.

Mesmo em um ano “difícil” ocasionado pela pandemia de covid-19, assegurou que o município conseguiu resistir à escassez de recursos próprios, à paragem da economia e do turismo, ao mau ano agrícola e à diminuição das transferências do Estado.

No entanto, garantiu que os poucos recursos conseguidos foram partilhados com as populações gerando empregos partilhados em obras de requalificação urbana, de melhoria de condições locais e de infra-estruturas para futuros investimentos turísticos.

Tudo isso, explicou teve como objectivo diminuir as situações de carências extremas e de falta de rendimento das famílias e, ao mesmo tempo, suscitar o investimento privado, particularmente dos emigrantes tarrafalenses.

Aliás, Arnaldo Andrade congratulou-se com o facto de mesmo em tempos de pandemia ter entrado em funcionamento quatro pequenas unidades hoteleiras no Tarrafal fruto de investimentos dos emigrantes tarrafalenses.

Na ocasião, aproveitou para fazer o balanço dos 12 meses da governação do PAICV, que, lembrou, geriu por administração directa e não adjudicação directa 20 obras em várias localidades.

“Esta administração directa teve como propósito de gerar empregos partilhados, gerar rendimentos para famílias e ajudá-las a protegerem-se a manter acesas a chama da esperança. Criamos cerca de cinco mil empregos por períodos alternados e atingindo muitas pessoas que há bastante tempo não tinha oportunidade de ter rendimento (…)”, esclareceu.

Não obstante, os ganhos, Arnaldo Andrade apontou a resolução do problema de água em muitas localidades, sobretudo as altas, a habitação, acessibilidades, a formação profissional e a educação como desafios a serem vencidos nos próximos tempos.

Arnaldo Andrade conclui a sua intervenção lembrando que para que o município possa vencer a pandemia de covid-19 e retomar as actividades económicas e culturais tem que vencer a batalha da vacinação, que lembrou está muito aquém da média nacional.

Por seu lado, os eleitos municipais Adelino Silva, do Movimento Independente Tarrafal (MIT), Yury Pereira, do Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV, partido que gere a câmara), e Eveline da Lomba, do Movimento para a Democracia (MpD, oposição) são de opinião que o município conheceu “ganhos” ao longo da sua criação em vários sectores de desenvolvimento.

Entretanto, reconheceram que ainda há necessidade de se desenvolver as suas potencialidades, mormente a pesca, a pecuária, a agricultura e o turismo, e ainda formação profissional e recursos humanos.

Os três eleitos municipais aproveitaram ainda para reforçar o apelo à vacinação nesse município do interior de Santiago que ainda está com uma cobertura vacinal abaixa da média nacional.

As festividades de Santo Amaro Abade vão ter o seu pico este sábado, 15, com uma missa solene antecedida por procissão em honra ao orago local, a ter lugar no Largo Santo Amaro, a partir das 10:30, a ser presidida pelo bispo do Mindelo, Dom Ildo Fortes.

FM/CP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos