Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Câmara do Sal resgata “coisinhas e brinquedos d’outrora” para exibir às crianças em exposição/venda (c/áudio)

Espargos, 08 Jun (Inforpress) – A Câmara Municipal do Sal decidiu resgatar o que designou de “coisinha e brinquedos d’outrora” para exibir às crianças durante uma exposição/venda, esta sexta-feira, em celebração a “Junho – mês da criança”.

A ideia, segundo o director do Gabinete da Cultura da autarquia salense, Irineu Almeida, é mostrar às crianças que há outros brinquedos e outras formas de brincar, que não apenas brinquedos etectrónicos, baseados na tecnologia ou de plásticos vendidos nas lojas.

“Antigamente, era preciso pouco para brincar, os brinquedos, construídos pelas crianças, pais ou avós, eram feitos com o que estava à mão”, clarificou a mesma fonte.

Para resgatar a história do antigamente, os brinquedos d’outrora vão ser produzidos por artesãos locais, também com a participação de reclusos e reclusas.

Dos brinquedos tradicionais destacam-se carros de madeira e lata, bonecas de pano, pião, entre arco e pneu e outros divertimentos do passado.  

A exposição vai também ostentar quadros retratando crianças a brincar com esse tipo de brinquedos, pintados pelo artista Randy.

A abertura oficial da exposição/venda de “coisinhas e brinquedos d´outrora” está marcada para sexta-feira, 11, às 16:00, na Kasa d´Arte, na cidade de Santa Maria, onde ficará patente ao público até ao dia 18.

E, na cidade dos Espargos, o evento decorrerá de 12 a 29, das 10:00 às 18:00, na Biblioteca Jorge Barbosa.

Irineu Almeida convida os pais a levarem os seus filhos a essa exposição, comprarem os brinquedos e explicar que as crianças de antigamente não tinham tantos brinquedos como as de hoje e por isso tinham que usar mais a criatividade para criá-los.

“Que levem os seus filhos a assistirem à exposição, comprar, explicar e ensiná-las a manusear os brinquedos para que possam tomar contacto com essa nova realidade antiga, prazerosa”, frisou.

SC/AA

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos