Câmara de Turismo de Cabo Verde vai ser transformada numa Federação das Associações de Turismo

Cidade da Praia, 12 Out (Inforpress) – A Câmara de Turismo de Cabo Verde (CTCV) vai ser transformada numa Federação das Associações de Turismo das diversas ilhas do país, conforme adiantou à Inforpress o vice-presidente da organização, Eugénio Inocêncio.

Segundo aquele responsável, a proposta de revisão, tendo em vista essa transformação foi aprovada durante a reunião do conselho directivo da CTCV, realizada, quarta-feira, 10, na ilha do Sal, devendo a mesma ser submetida para validação da Assembleia-geral a realizar-se no dia 07 de Dezembro.

“O que foi aprovado pelo conselho directivo é uma proposta e vamos agora enviar aos associados para nessa Assembleia-geral de Dezembro ser discutida e eventualmente aprovada”, explicou.

Durante a reunião do dia 10, o conselho directivo decidiu também marcar para Novembro a Assembleia Constitutiva da Associação de Turismo da Brava.

De acordo com Eugênio Inocêncio, com a criação da Associação da Brava ficará a faltar apenas a ilha de São Vicente para concluir a reformulação da organização do associativismo no sector do turismo nacional.

As associações turísticas das diferentes ilhas, constituídas por iniciativa conjunta da CTCV e dos seus sócios fundadores, são membros de direito da CTCV, desde que observem os Estatutos da Câmara de Turismo de Cabo Verde.

Eugénio Inocêncio adiantou que durante a reunião fez-se, igualmente, um balanço exaustivo da actividade da CTCV, destacando-se, além da criação das Associações de Turismo, nas ilhas, “o excelente trabalho” desenvolvido pelo secretariado, que permitiu cumprir as metas e objectivos traçados.

“Houve um intenso trabalho desenvolvido de concertação, de parceria e de defesa dos interesses dos associados e do sector, junto das instituições públicas e privadas, nacionais e internacionais, com um destaque especial da acção junto do Governo e das câmaras municipais”, indicou.

Em relação à concertação e parceria com o Governo, ressalta o processo de delegação de competências em fase de conclusão da sua operacionalização.

Das diversas questões pendentes, assumiu o carácter de urgência a Taxa de Segurança Aérea e a alteração do sistema de Vistos, tendo o Conselho Directivo decidido solicitar uma audiência ao primeiro-ministro, Ulisses Correia e Silva, para colocação da posição da Câmara de Turismo.

MJB/ZS

Inforpress/fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos