Câmara de Santa Catarina recebe novos contentores para reforçar recolha de resíduos sólidos (c/áudio)

Assomada, 18 Mar (Inforpress) – A Câmara Municipal de Santa Catarina recebeu hoje 180 contentores e 100 papeleiras, financiados pelo Fundo do Ambiente em mais de 6.000 contos para reforçar a recolha de resíduos sólidos e melhorar o ambiente nesse município.

Durante cerimónia de entrega simbólica desses equipamentos, o vereador do Ambiente e Saneamento, Vladimir Brito, explicou que os mesmos foram adquiridos no âmbito do projecto “Gestão Integrado de Resíduos Sólidos Urbanos” apresentado por esse município do interior de Santiago ao Fundo Ambiente, através de um concurso público.

O projecto, segundo o autarca, consiste na recolha, transporte e tratamento dos resíduos sólidos, tendo em conta que esse município do interior de Santiago já iniciou o transporte dos resíduos sólidos para o Aterro Sanitário de Santiago.

Daí, que segundo ele, esses equipamentos vieram em “boa hora” e vão dar respostas as reivindicações das populações de várias localidades que queixavam de falta de contentores para depositarem o lixo.

“Pretendemos com este programa ter um número mínimo aceitável de contentores/ponto de recolha para vermos se vamos minimizar essas reivindicações”, indicou, assegurando que o programa de recolha de resíduos sólidos vai ser reforçado em todos as localidades com pontos de recolha.

No entanto, defendeu que mais do que ter contentores “novos e bonitos” nas ruas, a aposta tem que passar pela sensibilização das pessoas sobre o uso dos 180 contentores, sendo 100 metálicos e 80 em polietileno e 100 papeleiras em polietileno.

“Esses equipamentos são insuficientes, tendo em conta que Santa Catarina é grande e disperso, mas vamos procurar fazer a maior e melhor distribuição possível das quantidades dos materiais que temos disponível”, admitiu.

Questionado se a edilidade vai apostar em camiões de recolha de resíduos sólidos, o vereador do Ambiente e Saneamento disse que a próxima fase é a aquisição dessas viaturas de maior porte e outras máquinas para recolha, transporte e tratamento de resíduos sólidos.

Na ocasião, a mesma fonte pediu ao pessoal do saneamento e a toda a população santa-catarinense para fazerem bom uso desses equipamentos de saneamento.

FM/DR

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos