Câmara da Praia revela projecto para dotar Ponta d’Água de “mais luz e melhor segurança”

Cidade da Praia, 25 Dez (Inforpress)  – A Câmara Municipal da Praia anunciou para os próximos tempos a materialização de um projecto que engloba a montagem de dois sistemas de energia fotovoltaica e reabilitação de algumas infra-estruturas sociais e desportivas no bairro de Ponta d’Água.

Apresentado ao público local pelo presidente da Câmara Municipal da Praia, Francisco Carvalho, ocorreu durante a visita a Cabo Verde da secretaria de Estado da Cooperação Espanhola, Pilar Cancela, e o  “ Business Case de Ponta d´Água” terá na primeira fase a montagem de dois sistemas de energia fotovoltaica, correspondente a um total de 15 KWp de potência, visando proporcionar mais energia eléctrica e segurança à zona.

Beneficia desta parceria, infra-estrutura como a Escola de Ponta d’Água, concretamente o Agrupamento 12, extensiva ao polivalente, o campo relvado, e a iluminação dos espaços comuns dos complexos das habitações do Projecto Casa para Todos.

O projecto  providencie, igualmente,   os equipamentos para a iluminação pública da rua que engloba estas infraestrutura, sendo que, paralelamente, se prevê a reabilitação do respectivo polivalente e, num futuro próximo, o campo relvado.

A Câmara Municipal da Praia é beneficiária do projecto, enquanto signatária da iniciativa “Pacto de Autarcas para a África Subsariana” (CoM SSA, na sigla em inglês), implementada em Cabo Verde conjuntamente, pela Agência Espanhola de Cooperação Internacional para o Desenvolvimento (AECID) e as Câmaras Municipais da Praia e da Ribeira Grande de Santiago.

Co-financiada pela União Europeia (UE) e pela Cooperação Espanhola, em 1.355.000,00 Euros, para Cabo Verde, refere a autarquia, o pacto engloba também o desenvolvimento de actividades e acções de capacitação sobre a formulação de projectos urbanos e financiamento climático (mitigação e adaptação) para os colaboradores das câmaras municipais.

Conta também, o projecto, com a elaboração de um dossiê e pasta de projectos viáveis a serem apresentados às entidades financeiras nacionais e internacionais para investimentos.

Adicionalmente, refere a fonte, serão implementados projectos-pilotos de energias renováveis, na localidade de Ponta d’Água, já em fase de concurso, para execução das obras, na Cidade da Praia e edifícios  como Paços de Concelho e Forte Real,  e na iluminação pública na zona baixa da Cidade Velha – Cidade Ribeira Grande de Santiago.

SR/AA

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos