Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Câmara da Praia reitera plano para as áreas de risco um ano após chuvas torrenciais (c/vídeo)

Cidade da Praia, 12 Set (Inforpress) – O presidente da Câmara Municipal da Praia, Francisco Carvalho, reiterou a implementação de um plano de intervenção nas áreas de risco, que podem ser “bastante afectadas” com as chuvas mais intensas.

Francisco Carvalho fez esta intervenção à Inforpress, contactado para falar sobre acçoes da autarquia para evitar as situações verificadas na Cidade da Praia, aquando das chuvas torrenciais de 2020, destruindo casas, pontes e outras infraestruturas.

Conforme avançou, é a autarquia tem um plano anual para o período de chuva, e este ano, à semelhança do que tem acontecido nos últimos anos, “a elaboração já está feita para as intervenções”.

Carvalho frisou que neste momento o plano está a ser implementado de forma normal, com vários aspectos, nomeadamente na parte de desobstrução de vias e ribeiras, melhorando e facilitando a circulação da água das cheias.

“Temos um plano para as áreas de risco, com um conjunto de serviços que estarão em alerta para intervir em casos de necessidades”, disse.

Por outro lado, Francisco Carvalho chamou a atenção à responsabilidade dos munícipes, lembrando que as pessoas não devem deitar lixo nas ribeiras e vias, provocando o bloqueio que se verifica no período das chuvas.

“Faz-se o trabalho de desobstrução de vias, retirada de entulhos, e logo após a queda das chuvas, verifica-se a mesma situação, ou seja, novamente as pessoas colocam entulhos nos espaços onde a água passa”, atestou.

Nesta linha, apelou no sentido de todos assumirem a defesa da do município, em que cada um faz sua parte, pois há espaços apropriados para depositar os entulhos.

A Cidade da Praia foi muito afectada com as chuvas torrenciais que se verificaram no último ano, na qual foram registadas perda de uma vida humana (um bebé), queda de pontes, ruas alagadas, casas destruídas e carros danificados e levados pelas cheias.

HR/AA

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos