Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Câmara da Boa Vista quer dinamizar a biblioteca municipal com maior acervo de livros

Cidade da Praia, 29 Jul (Inforpress) – O presidente da Câmara Municipal da Boa Vista, Cláudio Mendonça, disse hoje que a autarquia quer dinamizar a biblioteca municipal com maior acervo de livros, permitindo assim o acesso mais frequente das pessoas.

Cláudio Mendonça fez esta intervenção à imprensa, à margem da assinatura do protocolo de cooperação entre a Câmara Municipal da Boa Vista e a Biblioteca Nacional de Cabo Verde (BNCV).

Na ocasião, explicou que com este protocolo os benefícios são vastos, tendo em vista a perspectiva de levar para a Boa Vista as valências que a Biblioteca Nacional tem.

“A ilha tem uma biblioteca municipal, sem as características e condições regulamentadas que permitem uma exposição de livros, ou uma melhor exposição aos utentes, no sentido de valorizar aquilo que é biblioteca e o conhecimento dos livros e seus escritores”, frisou.

Por sua vez, a presidente da Biblioteca Nacional, Matilde Santos, avançou que o protocolo se reveste de grande importância, para ambos, uma vez que se pretende introduzir uma nova dinâmica nas bibliotecas públicas.

“Nós temos um projecto que visa dinamizar as bibliotecas a nível nacional e a Câmara da Boa Vista é um dos primeiros a assinar, pois o projecto estende-se a todas as autarquias bibliotecas escolares”, sublinhou.

Segundo considerou, esta dinamização visa acompanhar todo o processo de trabalho e desenvolvimento das acções das diferentes bibliotecas, doações de livros, formações e acompanhamento de perto, ou seja, trabalhar em rede com as bibliotecas municipais, através da partilha de programas, orientações, disponibilização de técnicos.

O protocolo de cooperação tem por finalidade estabelecer os termos e condições em que as duas instituições se comprometem a cooperar no desenvolvimento de acções em áreas de interesse comum, com especial destaque para as actividades de promoção do livro, de incentivo à leitura e dos autores cabo-verdianos será válido por dois anos.

HR/JMV
Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos