Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Cabo Verde vai ter a partir de 2019 todas as condições para começar a certificar os produtos nacionais – responsável

Cidade da Praia, 07 Dez (Inforpress) – Cabo Verde vai, a partir de 2019, ter todas as condições para começar a certificar os produtos nacionais, disse hoje o presidente do Instituto de Gestão da Qualidade e da Propriedade Intelectual (IGQPI), Abraão Lopes.

Esta garantia foi dada durante a cerimónia de entrega de diplomas a 12 técnicos que participaram na formação de capacitação na referência normativa NP EN ISO/IEC 17025, destinada a técnicos de laboratórios que trabalham no domínio da Avaliação da Conformidade de produtos alimentares.

Para o presidente do IGQPI, era fundamental que fosse completado o ciclo de formação, iniciado em Santo Antão, no mês de Novembro, para a garantia da capacidade nacional no que tange a certificação de qualidade.

Neste âmbito, Abraão Lopes regozijou-se com a existência de capacidade interna nesta matéria, o que, na sua opinião, tem contribuído para que o custo da formação fosse menos custoso.

“A certificação do curso na referência normativa NP EN ISO/IEC 17025 é muito caro e tem sido uma grande reivindicação das entidades cabo-verdianas, particularmente das empresas, que têm criticado o custo elevado da mesma”, disse.

A directora geral da INPHARMA, Lisete Lima, que dirigiu a formação, manifestou a sua satisfação em poder ter partilhado conhecimentos sobre a norma exclusiva para laboratórios de ensaios e calibração.

“Estamos abertos para outras experiências e disponíveis para qualquer esclarecimento sobre o tema. Essa norma atesta que o laboratório executa suas actividades com precisão e obtém resultados de alta qualidade e confiabilidade”, disse.

Por sua vez, a formadora da parte teórica, Sónia, avançou que a norma estabelece critérios que demonstram a competência técnica, a execução efectiva de um sistema de gestão, o que garante a produção de resultados tecnicamente válidos.

A acção de formação, promovida pelo Instituto de Gestão da Qualidade e da Propriedade Intelectual, contou com o financiamento da Unidade de Implementação do Programa Quadro Integrado Reforçado (QIR) e apoio técnico do Programa Sistema da Qualidade para a África Ocidental (PSQAO).

Participaram nesta acção, cujo objectivo é contribuir para a padronização de testes e ensaios laboratoriais que são realizados no referido laboratório, para a preparação de procedimentos, implantação de metodologias e validação de métodos de análise, técnicos de laboratórios das ilhas de São Vicente, Santo Antão e Santiago.

Além de coordenar o SNQC e outros sistemas, o IGQPI tem também como missão a promoção e a coordenação de actividades que visam contribuir para demonstrar a credibilidade da acção dos agentes económicos, bem como o desenvolvimento das actividades inerentes à sua função e laboratório nacional de metrologia, devendo prosseguir a sua intervenção em perfeita sintonia com os objectivos de construção de um Cabo Verde moderno e de melhor qualidade de vida dos cidadãos.

PC/JMV
Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos