Cabo Verde vai receber em Março 1º Fórum Internacional da WASAG sobre Escassez de Água na Agricultura

Cidade da Praia, 23 Jan (Inforpress) – Cabo Verde recebe de 19 a 22 de Março o 1º Fórum Internacional da WASAG sobre Escassez de Água na Agricultura, informou hoje o ministro da Agricultura e Ambiente, Gilberto Silva.

Este evento, que coincide com as celebrações do Dia Mundial da Água, cujo tema é “Não deixando ninguém para trás”, será realizado em parceria com a Itália, a Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO), o Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (FIDA) e outros parceiros.

Segundo Gilberto Silva, a WASAG é uma plataforma internacional para a gestão da escassez de água na agricultura que congrega 60 membros, desde financiadores, grandes bancos, organizações internacionais que estão associadas à temática da água e alimentação, instituições de investigação como universalidades, sobretudo de países que tem grande “know-how” sobre a temática da escassez da água na agricultura.

“Nós promovemos este fórum no sentido de trazermos esses conhecimentos e melhores oportunidades para os nossos quadros e para a classe privada que trabalha no sector agrário para vermos que afinal não são apenas nós é que lidamos com a temática da escassez”, justificou o ministro, acrescentando ainda que há muita coisa hoje no mundo que se faz para neutralizar a escassez e cabe ao Estado promover a partilha de conhecimentos e técnicas neste domínio.

Na sua página na Internet, a FAO diz que o fórum tem como objectivo identificar soluções concretas, práticas, inovadoras e colaborativas para lidar com a escassez de água na agricultura num clima em mudança.

“Com foco em Cabo Verde, Pequenos Estados Insulares em Desenvolvimento (PEID) e países da África Ocidental, o fórum deverá ilustrar como a escassez de água na agricultura pode ser abordada e transformada em uma oportunidade para o desenvolvimento sustentável, segurança alimentar e nutricional”, lê-se na página da FAO.

O evento vai girar em torno de temas como “Água e Migração”, “Preparação para a seca”, “Mecanismos de financiamento para a gestão sustentável dos recursos hídricos”, “Água e Nutrição”, “Uso Sustentável da Água na Agricultura”, “Água salina na agricultura”, entre outros.

De acordo com a FAO, o objectivo é aumentar a conscientização sobre os impactos das mudanças climáticas, a importância do manejo sustentável sobre a água na agricultura e de ecossistemas saudáveis e seus serviços, identificar as necessidades específicas e chegar a acordo sobre as acções prioritárias para abordar a escassez de água na agricultura, concentrando-se nos PEID e nos países da África Ocidental.

Outras metas passam por compartilhar experiências na abordagem da escassez de água na agricultura no contexto das mudanças climáticas, estabelecer colaboração entre parceiros e partes interessadas para garantir seu compromisso de financiar acções prioritárias e mobilizar recursos para abordar as questões crescentes de escassez de água na agricultura nos PEID e nos países da África Ocidental.

CD/CP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos