Cabo Verde tem o compromisso plantar oito milhões de árvores até 2030 –  presidente da ADAD

Cidade da Praia, 17 Mai (Inforpress) – Cabo Verde tem o compromisso de plantar oito milhões de árvores até 2030, anunciou hoje na Cidade da Praia, o presidente da Associação para a Defesa do Ambiente e Desenvolvimento (ADAD), Januário Nascimento.

O responsável fez este anuncio na abertura de um “workshop” sobre gestão das infra-estruturas nas zonas costeiras, organizado pela ADAD em colaboração com Universidade Jean Piaget e a Rede de Jornalistas para o Ambiente (REJA).

Januário Nascimento informou que foi lançado recentemente na Escola de Achada Mato, o repto, para que seja plantada uma árvore para cada criança nascida no Hospital Agostinho Neto e Santiago Norte, até 2025.

“Cabo verde tem o compromisso de plantar oito milhões de árvores até 2030, são muitas árvores e cada um de nós deve fazer a sua parte”, apelou o ambientalista.

O presidente da ADAD adiantou, por outro lado, a continuação do projecto sobre os plásticos nas zonas costeiras com programas de educação ambiental nas escolas e nas comunidades, bem como a comemoração do Dia Mundial dos Oceanos com forte envolvimento dos países da África Ocidental.

Após a sessão de abertura deste workshop fez-se a plantação de algumas árvores no campus da Universidade Jean Piaget, na Cidade da Praia, que contou com a presença do reitor, Wlodzimierz Szymaniak.

O evento está inserido no âmbito do projecto “Impacto das infra-estruturas nos ecossistemas das zonas costeiras nos países da África Ocidental” implementado em Cabo Verde, Guiné-Bissau, Guiné Conakry, Mauritânia e Senegal.

Em Cabo Verde, o projecto está a ser implementado nas ilhas da Boa Vista e de Santiago e é financiado pela fundação MAVA, em parceria com o Programa de Conservação Marinha e Costeira (PRCM) e o Wetlands Internacional África, sediado no Senegal.

OM/CP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos