Cabo Verde será sempre uma aposta prioritária para Portugal – Marcelo Rebelo de Sousa

 

Cidade da Praia, 10 Abr (Inforpress) – O Presidente da República portuguesa, Marcelo Rebelo de Sousa, disse domingo que Cabo Verde é e será sempre uma prioridade para Portugal e agradeceu à comunidade portuguesa pelo contributo anónimo e diário para a “fraternidade” entre os dois países.

“Cabo Verde é para Portugal uma aposta prioritária e sabemos que Portugal é para Cabo Verde uma aposta prioritária, mas mesmo que não fosse para Cabo Verde, seria sempre para Portugal”, disse.

Marcelo Rebelo de Sousa falava ao final da tarde a bordo da Fragata Álvares Cabral, atracada no porto da Cidade da Praia, durante uma recepção à comunidade portuguesa residente em Cabo Verde.

“Cabo Verde é o país irmão que se confunde com o nosso, de tal forma que não sabemos em Cabo Verde quem é cabo-verdiano e quem é português e em Portugal quem é português e quem é cabo-verdiano”, acrescentou.

Perante uma audiência de cerca de 300 pessoas, o Presidente da República assinalou o facto de, em cerca de um ano, Cabo Verde ter recebido duas visitas do primeiro-ministro, António Costa, uma visita do chefe de Estado, acompanhado de deputados de todos os grupos parlamentares portugueses, e de os dois países terem realizado uma cimeira bilateral.

“Isto é um sinal”, disse Marcelo Rebelo de Sousa, acrescentando que existe “uma consonância estratégica” em Portugal relativamente à prioridade das relações entre os dois países.

Agradeceu ainda o papel dos portugueses na vivência diária da fraternidade entre os dois países.

“Portugal acredita em Cabo Verde, na fraternidade entre os dois países e agradece o vosso papel porque essa fraternidade é vivida por vós todos os dias, não é uma questão de discursos ou de palavras, é de obras”, disse

Elogiou também o “exemplo excecional” da comunidade nas diversas áreas de relacionamento entre os dois países, sublinhando que a “fraternidade bilateral e multilateral” passa pelo “arrojo, iniciativa, imaginação e criatividade” dos portugueses.

“Em cada investimento, em cada contributo no posto de trabalho, em cada momento educativo, cultural ou social, em cada passo que é dado nesta ilha como em todas as ilhas de Cabo Verde onde estais, é Portugal que está. Obrigada por aquilo que anonimamente é o vosso contributo para tornar Portugal presente em Cabo Verde”, disse.

A recepção à comunidade marcou o final do primeiro dia de visita do Presidente da República a Cabo Verde, que hoje cumpre na Cidade da Praia uma intensa agenda de contactos institucionais.

Em Cabo Verde residem cerca de 16 mil portugueses, 80 por cento dos quais com dupla nacionalidade, segundo dados dos serviços consulares portugueses.

Lusa/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos