Cabo Verde registou 17.222 nascimentos nos anos 2019 e 2020 – INE

Cidade da Praia 14 Abr (Inforpress) – Cabo Verde registou 17.222 nascimentos nos anos 2019 e 2020, sendo 9.013 em 2019, representando uma diminuição de 411 nados-vivos face ao ano de 2018 e 8.209 em 2020, uma diminuição de 804 nascimentos em relação a 2019.

Estas informações foram divulgadas hoje pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), assinalando que, em consequência, a taxa de natalidade (nascimentos por cada mil habitantes – ‰) apresenta uma diminuição de 17 nascimentos por cada 1.000 habitantes em 2018, para 16‰ em 2019 e 15‰, em 2020.

De acordo com as Estatísticas Vitais, a Taxa Global de Fecundidade (TGF), ou seja, o número de nados-vivos registados por cada mil mulheres em idade fértil (15 a 49 anos), apresenta uma redução nos últimos anos, em particular desde 2016, passando de 70,1‰ em 2016 para 62,2‰, em 2019 e, finalmente, 56,2‰, em 2020.

O INE adianta ainda que a idade média da mulher, ao nascimento de um filho (independentemente da ordem de nascimento) em Cabo Verde tende a aumentar nos últimos anos, passando de 26,2 anos, em 2016, para 27,1, em 2019, e 27,4 anos, em 2020.

Do total dos nados-vivos registados no período 2019-2020, cerca de 6,8%, em 2019, e 7,4%, em 2020 são filhos de pais em que, pelo menos, um dos progenitores é estrangeiro.

Segundo as informações, estima-se que cerca de 7,7% dos nados-vivos registados, em 2019 e 7,3%, em 2020, foram feitos sem o nome do pai e os concelhos do Maio e de Santa Cruz são os com maior proporção de registos de nados-vivos sem o nome do pai, 16,7% e 13,4%, respectivamente, em 2020.

TC/CP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos