Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Cabo Verde recebe missão de assistência ao plano nacional de acção para redução das emissões do CO2 na aviação civil

Cidade da Praia, 02 Ago (Inforpress) – Uma equipa da Organização Internacional de Aviação Civil (OACI) encontra-se em Cabo Verde para uma missão de avaliação e assistência ao plano nacional de acção para a redução das emissões de dióxido de carbono (CO2) pela aviação internacional.

De acordo com uma nota de Agência de Aviação Civil (AAC), o projecto de assistência aos Estados é financiado pela União Europeia no quadro da segunda fase de capacitação para a mitigação do CO2 na aviação internacional, projecto do qual Cabo Verde é beneficiário.

A equipa da OACI estará em Cabo Verde de hoje até ao dia 06 do corrente mês para encontros de trabalho e formação de técnicos nacionais.

A AAC recorda que Cabo Verde criou recentemente uma Equipa Nacional do Plano de Acção (ENPA), que tem por missão desenvolver o plano de acção no triénio 2021-2023 de acordo com as orientações da OACI.

A equipa, de acordo com a mesma fonte, é ainda responsável pela coordenação e definição de políticas e das atividades relacionadas com o plano de ação de redução da emissão de CO2.

A Equipa Nacional do Plano de Acção de Redução de Emissão de CO2 é composta por representantes AAC, do Ministério do Turismo e Transportes, do Ministério da Indústria Comércio e Energia, do Ministério da Agricultura e Ambiente, das empresas petrolíferas que prestam serviços no sector aéreo, da ASA, e por um operador aéreo certificado para o transporte aéreo internacional.

“Enquanto parte do Acordo de Paris, Cabo Verde, na sua contribuição nacionalmente determinada definiu como um dos compromissos no horizonte 2030 limitar as emissões de efeito de estufa a um nível de 20% em relação às condições de business-as-usual”, refere o despacho que cria a ENPA, publicado no boletim oficial de 14 de Julho.

O despacho adianta ainda que o arquipélago apresentou a sua estratégia de desenvolvimento de longo prazo com baixas emissões, com objectivo de alcançar um desenvolvimento neutro em carbono até 2050 com especial foco nos sectores de transportes e energia.

MJB/DR

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos