Cabo Verde integra colectânea infanto-juvenil da Lusofonia “contar histórias com a avó ao colo”

Cidade da Praia, 05 Mai (Inforpress) – A escritora Natacha Magalhães representa Cabo Verde no lançamento do livro infantil denominado “contar histórias com a avó ao colo”, que acontece hoje, em comemoração ao Dia Mundial da Língua Portuguesa, que se assinala a 05 de Maio.

De acordo com um comunicado de imprensa enviado à Inforpress, Cabo Verde faz-se representar no projecto pela escritora Natacha Magalhães, que foi convidada a escrever dois contos que mostram aspectos identitários de Cabo Verde e, ao mesmo tempo, trazem expressões idiomáticas ou expressões populares do país.

A nota elucida que o livro “contar histórias com a avó ao colo” remete para ditados e expressões populares, mas também para uma certa ancestralidade, para o saber passado de geração em geração.

A referida obra oferece ainda uma imagem maternal e feminina, uma vez que todos os textos são escritos por mulheres e a fixação no tempo de um saber que constitui a identidade cultural dos vários povos e nações de Língua Portuguesa.

O objectivo principal do projecto é promover e valorizar a língua portuguesa no espaço que, por excelência, integra o berço das várias culturas, tradições e linguagens que constituem a identidade desta língua para memória futura e criar uma rede de Camões, que integre escritores da CPLP, por forma a contribuir na circulação e difusão de livros entre países de língua comum, mas de contextos muito distintos.

A ilustração e o design editorial da obra são da autoria da Tânia Clímaco e a coordenação editorial é da responsabilidade da Teresa Noronha.

Além da edição do livro em suporte papel, estará igualmente disponível em suporte digital, formato de e-book, para descarregamento, podendo assim estar disponível para leitura em qualquer parte do mundo e não apenas nos países de língua oficial portuguesa.

“Contar histórias com a avó ao colo” é um projecto literário colectivo, que conta ainda com a participação de autoras dos diversos países lusófonos como é o caso de Angola (Maria Celestina Fernandes), Brasil (Mariana Ianelli), Guiné-Bissau (Kátia Casimiro), Moçambique (Angelina Neves), Portugal (Lurdes Breda), São Tomé e Príncipe (Olinda Beja) e Timor Leste (Céu Lopes).

CM/HF

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos