Cabo Verde está a preparar novo código de estrada visando contribuir na diminuição das sinistralidades

Cidade da Praia, 04 Mar (Inforpress) – Cabo Verde está neste momento a preparar o novo código de estrada, visando contribuir na diminuição das sinistralidades nas rodovias do país, cujos dados de 2016 apontam para um aumento, segundo a directora-geral dos Transportes Rodoviários, Dina Andrade.

Em declarações à imprensa no final da cerimónia de abertura da formação sobre a segurança rodoviária, Dina Andrade enalteceu a criação do novo código, “um instrumento importante” que vai regulamentar, orientar e prever sanções para aqueles que circulam nas estradas do país.

“Certamente que o novo código de estrada exigirá dos automobilistas muito mais responsabilidade, assim como maior prudência dos utentes da via pública”, sublinhou aquela responsável.

Segundo Dina Andrade, entre outras medidas legislativas, está-se igualmente a trabalhar numa nova lei que regula o nível de álcool no sangue.

Questionada sobre o índice de sinistralidade em Cabo Verde, Dina Andrade disse que os dados de 2016 apontam para um aumento, tendo em conta o acidente que ocorreu na estrada de Chão Bom, no concelho do Tarrafal (Ilha de Santiago), que resultou na morte de nove pessoas e vários feridos.

Na ocasião, o presidente da Associação para a Defesa dos Consumidores (ADECO), promotora da acção de formação, António Pedro Silva, disse que a iniciativa visa reduzir a sinistralidade e poupar vidas humanas.

Esta vai igualmente ajudar na identificação de medidas para diminuir a sinistralidade e contribuir para o desenvolvimento socio-económico de Cabo Verde. Também serve para trocar ideias e experiências sobre esta matéria” realçou António Pedro Silva.

O presidente da ADECO, visivelmente triste lamentou “a fraca adesão” das entidades, nomeadamente as câmaras municipais nesta acção de formação.

“Pretendíamos realizar uma acção de formação sobre o mesmo tema em Assomada, Santa Catarina, para facilitar os condutores do interior da ilha de Santiago, mas não conseguimos por falta de inscrição”, lamentou.

JL/ZS

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Generic filters
Filter by Categories
Ambiente
Cooperação
Cultura
Sociedade
Desporto
Politica
Economia
Internacional
    • Categorias

  • Galeria de Fotos