Cabo Verde é segunda maior área de nidificação de  tartarugas caretta caretta no Atlântico Norte – DNA

Porto Novo, 03 Dez (Inforpress) – Cabo Verde é a segunda maior área de nidificação da tartaruga caretta caretta no Atlântico Norte, com 140 mil ninhos identificados em 2020, podendo vir a ocupar, no futuro, a primeira posição nesta região.

Os dados foram disponibilizados pelo director nacional do Ambiente (DNA), Alexandre Rodrigues, que informou que, em 2015, foram identificados mais de 40 mil ninhos de tartaruga  em todo o arquipélago, mas que agora, em 2020, os dados apontam para 140 mil ninhos.

Segundo Alexandre Rodrigues, este facto faz de Cabo Verde a segunda maior área de nidificação desta espécie, em vias de extinção, a nível do Atlântico Norte, e prevê que, com os estudos que estão a ser efectuados, é “provável” que o País passe a ocupar “a primeira posição”, nesta zona.

“Em 2015, foram identificados 40 e tal mil ninhos. Em 2020, os dados apontam para 140 mil ninhos, porque estamos a apostar mais na monitorização e no conhecimento e isso pode mudar a posição de Cabo Verde no Atlântico Norte”, notou o director nacional do Ambiente.

Este responsável esteve, esta semana, em Santo Antão, onde falou, durante o seminário de encerramento do projecto Raízes (Redes locais para o turismo sustentável e inclusivo), do papel das áreas protegidas na diversificação e promoção do turismo sustentável.

JM/HF

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos