Cabo Verde com três casos de nova linhagem de Ómicron BQ.1.1, anuncia ministra

Cidade da Praia, 22 Nov (Inforpress) – A ministra da Saúde anunciou hoje três novos casos de covid-19 da variante Ómicron e da linhagem BQ.1.1 a circular no País, pelo que alerta a população a intensificar medidas de prevenção e a reforçar a sua vacinação.

Filomena Gonçalves que falava à imprensa após o primeiro-ministro ter-se reunido com o Gabinete de Crise covid-19 para avaliar a situação epidemiológica do País, sublinhou ainda que os três casos da nova linhagem BQ.1.1 foram confirmadas na ilha de Santiago após amostras processadas pelas autoridades sanitárias.

“Esta linhagem já foi identificada em vários países, pelo que tem sido alvo de preocupação por estar associada a casos graves de covid-19”, disse apelando a população a completar a sua quarta dose de vacinação contra covid-19 já que é única forma de se estar protegido.

Perante a nova linhagem BQ.1.1 da Ómicron a circular no País a ministra da Saúde avançou que o Governo está a preparar uma campanha de sensibilização visando diminuir os números de contágio durante a época festiva.

No caso da vacinação avisa as pessoas adultas a tomarem como exemplo a juventude cabo-verdiana que aderiu em massa à campanha de vacinação.

Na sua comunicação informou ainda que a fiscalização está a funcionar e apela às pessoas a usarem máscaras sempre em situação de aglomeração e a continuarem a desinfectar as mãos com álcool gel.

“Há uma previsão de que esta linhagem seja capaz de se espalhar a nível mundial e que há que se estar alerta, daí o apelo à vacinação já que sua gravidade é, sobretudo, nas pessoas que não cumpriram com a vacinação”, informou.

Em Cabo Verde, segundo disse, 98,6% da população adulta elegível está vacinada com a primeira dose, 86,4% com a segunda dose, 38,5% já tomou dose do reforço.

Nas crianças dos 5 aos 11 anos há uma taxa de vacinação à volta de 34%, pelo que apelou aos pais e encarregados da educação a vacinarem as crianças que, no total, são cerca de 60 mil evitando assim a propagação da doença às pessoas idosas e às que possuem factores de risco.

Face aos dados da vacinação, Filomena Gonçalves sublinhou que o País deve permanecer vigilante para sinais de emergência e disseminação da BQ.1.1.

Dados desta segunda-feira, indicam que Cabo Verde registou um óbito por covid-19, nove casos positivos e outros 15 recuperados.

Com estes dados o País passou a contabilizar 129 casos activos, 62.232 casos recuperados, 412 óbitos, 46 óbitos por outras causas e nove transferidos, perfazendo um total de 62.828 casos positivos acumulado.

De acordo com as previsões do Centro Europeu de Prevenção e Controlo de Doenças, a linhagem BQ.1 e a sublinhagem BQ.1.1 da Ómicron tem aumentado em vários países do mundo.

A BQ.1 e sua sublinhagem BQ.1.1, segundo a OMS, são provenientes da BA.5 e, há um mês, tinham prevalência de 6,0% e registro em 65 países. No documento, a OMS chama atenção para as mutações dessas subvariantes e o escape imune, mas indica não haver dados que sugiram aumento na gravidade da doença.

PC/HF

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos