Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Cabo Verde celebra protocolo com Congo, Angola e Portugal nos domínios de Transportes aéreos e Turismo

Santa Maria, 28 Mar (Inforpress) – O Governo de Cabo Verde, através do ministro do Turismo e Transportes e da Economia Marítima, José Gonçalves celebrou hoje a assinatura de três protocolos, com Congo, Angola e Portugal, nos domínios de Transportes Aéreos e Turismo.

A assinatura do presente acordo com os diferentes países aconteceu no final da tarde desta quinta-feira, à margem da I Conferência Ministerial sobre Turismo e Transporte Aéreo em África, que já vai no segundo dia de trabalhos, devendo terminar esta sexta-feira.

Com a República do Congo, o protocolo cujo documento foi rubricado entre o ministro José Gonçalves e seu homólogo congolês, Fidel Dimou, visa promover o desenvolvimento do transporte aéreo entre os dois países e para além dos territórios respectivos, e garantir ao mais “alto grau” de segurança de transporte aéreo internacional.

Na sua intervenção na ocasião, o titular da pasta do Turismo e Transportes, José Gonçalves destacou o facto de esse acordo permitir abrir caminhos e encurtar distância, quanto mais não seja com o funcionamento do hub aéreo do Sal.

Fidel Dimou, por sua vez, congratulando-se com a celebração deste acordo, e disse que o petróleo de Cabo Verde é o turismo, e que enquanto país que “sabe acolher” as pessoas, augura viagens dos congoleses para descobrirem as maravilhas de Cabo Verde, ao mesmo tempo que também espera essa visita dos cabo-verdianos ao Gongo com mesma finalidade.

Seguiu-se a assinatura do memorando de entendimento com o governo angolano, através da ministra do Turismo, Ângela Bragança, visando fortalecer os laços de cooperação no domínio do turismo, e desenvolver na base de igualdade e benefícios mútuos, acções tendentes à criação de oportunidades de negócios no ramo e explorar, conjuntamente, as potencialidades turísticas de cada Estado.

Ângela Bragança, para quem Angola tem presente a experiência de Cabo Verde neste domínio, trata-se de um passo importante, que “vem afinar” os caminhos, já que as relações, por si só, são “excelentes”.

Neste contexto, e referindo-se também à “cumplicidade” de amizade entre os dois povos, o governante cabo-verdiano destacou a retoma dos voos da TAAG Sal/Luanda e vice-versa, que deverão acontecer já em Abril, fomentado o desenvolvimento do turismo entre os dois países.

Por outro lado, o Ministério do Turismo e Transportes de Cabo Verde e o Ministério da Economia de Portugal, reconhecendo a oportunidade de internacionalizar o “Programa Revive”, alargam este projecto a Cabo Verde, através da implementação de um programa similar, como oportunidade de promover o uso turístico como elemento diferenciador do país enquanto destino, estabelecendo entre si o presente protocolo de cooperação.

O documento foi rubricado pelo ministro José Gonçalves e pela secretária de Estado do Turismo de Portugal, Ana Godinho, para quem, trabalhando em conjunto faz-se cada vez melhor.

E, para ministro José Gonçalves, a posição de Portugal enquanto destino turístico “aguça o espirito” da competitividade, visando a criação de riquezas e sustentabilidade do turismo para as gerações presentes e futuras.

SC/FP

Inforpress/Fim

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos