Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Cabo Verde assume presidência do comité de direcção da Rede de Comissões Eleitorais da CEDEAO

Cidade da Praia, 08 Ago (Inforpress) – A presidente da Comissão Eleitoral de Cabo Verde foi eleita presidente do comité de direcção da Rede de Comissões Eleitorais da CEDEAO (ECONEC) durante a sua 6ª assembleia geral realizada, de 06 a 07 de Agosto em Abuja.

Maria do Rosário Gonçalves que vai presidir à ECONEC durante o período 2019/2021 sucede ao presidente da Comissão Eleitoral Nacional Independente da Nigéria (INEC), Mahmood Yakubu que esteve à frente da comissão nos últimos dois anos.

Segundo fonte da ECONEC, a anteceder o encontro, foi realizado o simpósio internacional sobre a Promoção da Inclusão no Processo Eleitoral, com o intuito de criar uma plataforma para discutir os marcos legais e as medidas práticas desejáveis ​​para melhorar a participação e representação de Mulheres, Jovens e Pessoas com Deficiência no processo eleitoral na África Ocidental.

Criado em 2008, a ECONEC tem por objectivo promover eleições livres e credíveis, promover organizações e administrações eleitorais independentes e imparciais, reforçar a confiança do público no processo eleitoral através de procedimentos eleitorais livres e credíveis, desenvolver uma cultura de profissionais eleitorais com integridade, senso de serviço público e compromisso com a democracia.

A mesma, pretende trazer ainda previsibilidade ao quadro de eleições, gerar compromisso com a promoção e consolidação da cultura democrática para criar um ambiente favorável à organização pacífica de eleições, incentivar a partilha de experiências, informação, tecnologia e documentos eleitorais pelos OGE (Organismos de Gestão Eleitoral) e a cooperação para o aperfeiçoamento das leis e práticas eleitorais.

Por outro lado, visa promover a harmonização gradual das leis e práticas eleitorais, conforme apropriado, aproveitando as boas práticas em questões eleitorais, racionalização e partilha de recursos para reduzir o custo da realização de eleições e melhorar as condições de trabalho de seus membros no cumprimento de seu mandato.

A rede esteve inoperacional durante alguns anos devido a falta de recursos e de um secretariado funcional, mas o último conselho administrativo eleito em 2017, conseguiu reverter a situação elevando a sua visibilidade com implementação demonstrável de actividades impactantes.

À margem da assembleia geral, Mahmood Yakubu, foi eleito como presidente honorário da ECONEC pela sua liderança exemplar dos últimos dois anos à frente da rede.

O evento contou com a participação do presidente do Senado da Nigéria, Senador Ahmad Lawan, presidente da Comissão da CEDEAO, Jean-Claude Kassi Brou, vice-presidente Finda Koroma, representante especial do Secretário-Geral e chefe do Gabinete das Nações Unidas na África Ocidental e do Sahel, Mohamed Ibn Chambas e chefe da União Europeia na Nigéria e na CEDEAO, Ketil Karlson.

Promovido pela Rede de Comissões Eleitorais da Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO) da ECONEC, e pela organização geral dos Organismos de Gestão Eleitoral na África Ocidental, o evento contou com a parceria da Comissão Nacional Eleitoral Independente da Nigéria (INEC), do Centro Europeu de Apoio Eleitoral (ECES) e o apoio financeiro da União Europeia e do governo alemão.

A próxima assembleia geral bienal da ECONEC irá realizar-se na cidade da Praia, Cabo Verde, em 2021.

AV/ZS

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos