Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Bureau Export de Bens Culturais já planeia segunda edição do “#Enpalco100Artistas”

Cidade da Praia, 27 Abr (Inforpress) – A coordenadora de Bureau Export Music Cabo Verde anunciou hoje que vai arrancar “brevemente” com a segunda edição do programa “#Enpalco100Artistas” para seleccionar mais 100 artistas com rendimento afectado devido à pandemia do novo coronavírus.

Desde o dia 17 estão em curso as performances ‘online’, no âmbito da primeira edição do “#Enpalco100Artistas”, uma iniciativa do Ministério da Cultura e das Indústrias Criativas, através do Bureau Export Music Cabo Verde (BEM-CV).

Tem como objectivo a transferência directa de rendimento para os artistas e criadores com residência fixa em Cabo Verde, que vivem exclusivamente da arte, e que devido às medidas de contingência e confinamento viram canceladas as suas actividades profissionais e artísticas, ou seja, fonte de rendimento

Até este momento, segundo a coordenadora Luhena Sá, já foram realizadas 20 performances ligadas à música, artes plásticas e dança.

Durante os ‘lives’, segundo a mesma fonte, há interacção de mais de 100 pessoas e os vídeos depois de disponibilizados na plataforma ‘online’ atingem mais de quatro mil visualizações.

“Desde início temos tido uma boa recepção do público, as performances têm corrido bem. No início tivemos alguns problemas técnicos, mas já estão resolvidos (…) e os artistas têm estado a gostar dessa experiência” disse, em declarações à Inforpress.

Ainda com mais 80 performances para acontecer, Luhena Sá pede as pessoas que estão em casa que aproveitem esta oportunidade, porque têm sido uma “boa experiência”.

“Dá uma certa alegria ver os artistas a usarem a sua arte de uma outra forma”, concretizou.

Para além de dar ao público uma outra forma de interagir com os seus artistas, este programa, afirmou, permite aos artistas demonstrarem a sua criatividade.

“É uma oportunidade para os artistas poderem usar e expor a sua arte de outra forma e alcançarem muito mais pessoas (….) e progredirem muito mais nas suas carreiras”, assegurou.

A primeira edição termina no dia 30 e a organização já está a trabalhar na segunda edição, que também irá seleccionar mais 100 artistas.

“Não vai ser só para essa altura que estamos a passar, mas vai ser uma coisa que vamos usar no futuro também, especialmente aqueles que estão na diáspora vão poder ter uma conexão e uma ligação com os artistas na capital e nas ilhas”, informou.

Hoje, por volta das 19:00, o palco é de Fred para performances de slam/poesia, e de seguida, às 20:00, será momento de música com o DJ salense Stenio Sul.

Todas as actuações/performances acontecem online a partir das páginas https://www.instagram.com/enpalco100artistas/ e https://www.facebook.com/enpalco100artistas/ .

De acordo com o edital do concurso, cada artista e criador residente em Cabo Verde irá receber 10 mil escudos para uma actuação e performances ‘online’ nas redes sociais, com duração de 15 a 20 minutos, durante a pandemia do novo coronavírus.

Participam do concerto “#EnPalco100Artistas” 100 artistas e criadores de seis áreas, designadamente artes cénicas, música, dança, artes plásticas, stand up comedy e literatura/slam.

AM/AA
Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos