Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Brava: Técnico do projecto Raízes+ pede colaboração dos bravense na implementação de um turismo sustentável (c/áudio)

Nova Sintra, 06 Jul (Inforpress) – Mik Almeida, técnico do projecto Raízes+ pediu hoje colaboração e o engajamento da sociedade bravense na implementação do turismo sustentável e de natureza na ilha.

Em declarações à Inforpress, o técnico explicou que o projecto, iniciado na ilha em meados do mês de Abril, tem por objectivo “promover um turismo sustentável como um factor de geração de rendimento e melhoria das condições de vida da população bravense”.

Segundo a mesma fonte, já foram realizadas algumas actividades que constam no plano de acção que será executado durante dois anos, destacando o mapeamento dos autores turísticos da ilha, levantamento e mapeamento dos caminhos vicinais, diagnóstico da situação das empresas, das quais 12 estão a receber assistência técnica.

Ainda do plano de acção, estão previstas algumas acções de sensibilização nas escolas, formação em marketing digital, feira de origem, onde os produtores da ilha vão expor os seus produtos, além de estar programada a criação de um centro de interpretação para expor toda a história da Brava através de painéis, entre outras actividades.

Questionado sobre os autores turísticos já mapeados, Mik Almeida indicou que estes são nomeadamente os alojamentos, hotéis, pensão, serviços gerais da ilha, escolas e jardins-de-infância, casas comerciais, restaurantes, minimercados e pessoas que trabalham com o artesanato.

E, para que estes possam apoiar neste processo de implementação do projecto, sublinhou que foram feitas acções de sensibilização, mostrando-lhes a sua importância para o desenvolvimento do turismo na ilha.

Também, realçou que já foram realizados alguns workshops nas zonas rurais, sensibilizando os moradores para receberem da melhor forma possível os turistas, assim como auscultar as dificuldades destas zonas para juntos encontrarem uma solução.

Mik Almeida aproveita para apelar a um melhor engajamento por parte da população com o projecto, acentuando que o ponto principal é desenvolver o turismo na Brava.

“Quanto mais engajado, melhor será para a implementação do projecto e do turismo sustentável e inclusivo na Brava”, concluiu.

MC/JMV
Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos