Brava/Saneamento: Vereador pede aos bravenses “melhor consciência cívica” para manter a ilha limpa

Nova Sintra, 14 Jan (Inforpress) – O responsável pelo pelouro do Saneamento da autarquia local pediu hoje aos bravenses uma “melhor consciência cívica” no tratamento do lixo com vista a manter a ilha limpa e sem grandes montes de lixo ao pé dos contentores.

Danilson Andrade lançou este apelo após ter sido confrontado com algumas reclamações dos moradores sobre a presença de lixos amontoados ao pé dos contentores, com acusações de que a Câmara Municipal não tem feito a recolha do lixo.

O responsável explicou que a câmara municipal adquiriu um camião compactador de lixo que custou cerca de sete mil contos, que não só deu outra dinâmica na recolha de lixo na ilha, mas também trouxe mais higiene e segurança no processo.
Entretanto, sublinhou que a atitude que os moradores têm tido, a forma como usam os contentores, mesmo que colocassem 10 contentores em cada ponto, não seria o suficiente.
“Não estamos tendo uma consciência cívica por parte dos cidadãos. As pessoas devem tentar colocar ou guardar o lixo num espaço em casa, aguardando assim a chegada do camião para depositá-lo e não amontoá-los na rua para causar vários constrangimentos”, disse o vereador.

A mesma fonte realçou ainda que, muitas vezes, fazem a recolha, os contentores ficam limpos e as pessoas aproveitam para colocar certos tipos de lixos que o camião compactador não consegue apanhar, como máquinas de lavar roupas, fogões velhos, frigoríficos, entre outros.

Não obstante ao “mau uso” por parte dos cidadãos, apontou casos de algumas casas comerciais que “não têm respeitado os seus deveres”, explicando que a ilha depende da importação e muitas vezes estes colocam muitas caixas e outros lixos ao pé dos contentores, causando alguns transtornos e transmitem uma má imagem da cidade.

Da parte da câmara municipal diz estar ciente de que tem havido alguns problemas, apontando o caso dos feriados e finais de semana.

Adiantou que é preciso entender que estas pessoas que trabalham no saneamento também precisam de descanso, assim como os outros funcionários, pois possuem família também.

Para os próximos dias, precisou que vão remodelar o calendário da recolha do lixo e dá-lo a conhecer a todas a comunidade, de modo que todas as zonas tenham a noção certa do dia em que é feita a recolha para puderem colocar o lixo directamente no carro, evitando assim montes avultados de lixos em redor dos contentores.
MC/JMV
Inforpess/Fim

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos