Brava: Sacerdote desafia cristãos a vencerem o medo e o orgulho para caminhar nesta época

Nova Sintra, 17 Fev (Inforpress) – O frei Matias desafiou hoje os fiéis cristãos a vencerem o “medo, o orgulho e o amor-próprio”, como condição de poderem caminhar durante este período de Quaresma e de regressarem à casa do Pai.

O sacerdote lançou este desafio em declarações à Inforpress, após a missa de imposição de Cinzas, que marca o início da preparação para a Páscoa, acentuando que a mensagem que deixa aos cristãos é a mesma deixada pelo Papa Francisco: “Vamos subir a Jerusalém…» (Mt 20, 18). Quaresma: tempo para renovar a fé, a esperança e a caridade”.

Segundo este religioso, o período de Quaresma, que se iniciou hoje e se prolonga por 40 dias, é um tempo para se iniciar uma viagem que leva os cristãos a terem intimidade com Deus.

Entretanto, sublinhou que esta viagem precisa ser uma viagem sem volta.

“Somos todos filhos pródigos. Muitas vezes fugimos da casa do pai, mas todas as vezes que fugimos sentimos a falta Dele”, disse.

E é neste sentido que pede aos cristãos que vençam o medo, o orgulho e o amor-próprio, para que possam voltar ao Pai porque, vincou, Este é misericordioso que “está de braços abertos para acolher os seus filhos, sobretudo neste tempo de pandemia”.

O sacerdote reforçou que Deus é pai e que o seu abraço não faz mal, porque “o seu contágio é um contágio de amor e este nunca fez mal a ninguém”.

A nível das duas paróquias da ilha, São João Baptista e Nossa Senhora do Monte, lamentou não ter a possibilidade de realizar as conferências quaresmais que se iniciaram no ano passado, mas foram interrompidas devido à pandemia, mas que vão ser realizadas reflexões de modo diferente.

“Todas as sextas-feiras, temos a Via-sacra, que é um momento de percorrer os passos de Cristo através da leitura bíblica e de orações e, além disso, no próximo sábado, 27 já se encontra agendado o retiro paroquial que é uma forma de ajudar na preparação desta caminhada que estamos nela”, anunciou o sacerdote.

Além disso, indicou que haverá o “melhor momento de orientação” para esta época, que é a celebração eucarística de domingo, “uma grande oportunidade”, segundo o religioso, para escutar a palavra de Deus.

O Frei Matias indicou que, oportunamente, será agendada a celebração penitencial, o sacramento da reconciliação.

MC/JMV

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos