Brava: Responsável e encarregados de educação comprometem-se a preservar o jardim “Nhô Djeca”

Nova Sintra, 11 Jan (Inforpress) – A responsável do jardim-de-infância “Nhô Djeca” comprometeu-se hoje, no acto da entrega do espaço reabilitado, a “lutar” conjuntamente com as outras colaboradoras, pais e encarregados de educação, no sentido de preservar o espaço.

Em declarações à imprensa, Paula dos Santos, responsável pelo jardim, demonstrou grande satisfação pelas obras de reabilitação, requalificação e remodelação do espaço, porque, conforme acentuou, “o espaço já carecia destas intervenções”.

Com esta requalificação, a responsável considera que agora podem fazer qualquer actividade, pois, antes isso era motivo de preocupação.

Agora, enfatizou que vão trabalhar unidos como forma de preservar o espaço que é uma “mais-valia” para a sociedade e dar oportunidade a outros jardins para receberem intervenções deste tipo.

Os pais e encarregados da educação presentes, além de demonstrarem satisfação pelo trabalho feito, que permite aos filhos uma “maior segurança” no espaço e “melhor dignidade”, comprometeram-se também a apoiar as monitoras e as outras colaboradoras a preservar a área, trabalhando os filhos em casa e fazendo-lhes um “melhor acompanhamento” no jardim.

Por seu turno, o vereador responsável pelo pelouro da Educação, Formação, Juventude e Desporto, Mário Rodrigues, explicou que estas obras foram totalmente financiadas pela Câmara Municipal da Brava, enquadradas na sua política pública de requalificação das infra-estruturas municipais.

Estas obras, conforme a mesma fonte, custaram mais de 1 milhão de escudos, pois o edifício sofreu intervenções “profundas”, desde a colocação de portões, melhoria de acesso, colocação de mosaicos em todos os compartimentos, reabilitação de todo o sistema de electrificação e canalização de água, passando pela construção de um novo depósito de água.

Este investimento, conforme a mesma fonte, foi feito no sentido de dar “mais e melhores condições educacionais” para as orientadoras de infância e as crianças que frequentam este jardim.

Mário Rodrigues realçou que a câmara apela a todos que trabalham no jardim, em parceria com toda a comunidade educativa, a preservarem o espaço e a fazerem um bom uso do mesmo, uma vez que é “mais um ganho para a educação bravense”.

MC/JMV

Inforpress/Fim

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos