Brava: Relatório de actividades e conta gerência do ano 2019 serão apreciados pela Assembleia Municipal

Nova Sintra, 02 Jul (Inforpress) – O presidente da Câmara Municipal da Brava disse hoje que o relatório de actividades e a conta de gerência relativamente ao ano 2019 serão apreciados na próxima semana pela Assembleia Municipal.

Em declarações à Inforpress, o presidente Francisco Tavares avançou que a equipa camarária já se reuniu para a aprovação desses documentos, para fazerem o balanço das actividades da câmara municipal e para analisarem os impactos da covid-19 nos financiamentos dos diversos fundos do Governo, para os projectos em curso no município.

O edil adiantou que, após o levantamento do estado de emergência, a autarquia já recebeu o financiamento para a implementação de algumas obras, nomeadamente, do acesso pedonal a Cutelo, em Furna, da construção do mercado de peixe, cujas obras já foram retomadas, para o calcetamento da rua, em Roda Lorença, e para o arruamento do auditório à estrada de acesso a Cutelo de Mentira, que já se encontram na fase de conclusão.

Ainda, acentuou que a equipa analisou “positivamente” os impactos que a construção da estrada de ligação Nova Sintra a Nossa Senhora do Monte, sob a tutela do Governo, está a ter na criação do emprego entre outros benefícios que a obra tem trazido para a ilha.

Francisco Tavares frisou que a edilidade está a aguardar a transferência de mais uma parcela do financiamento enquadrado no plano de mitigação do mau ano agrícola, para continuar com as actividades neste âmbito e referiu-se a dois contratos-programa cujas verbas, embora já tenham assinado os contratos, não foram liberadas pelo Governo.

Trata-se de um financiamento destinado à implementação de obras de arruamentos e para a reabilitação de mais um lote de habitações mas que está a depender da aprovação do orçamento rectificativo do Estado e .

O edil bravense manifestou a sua esperança de que do Ministério do Desporto venha a desbloquear ainda a verba para a construção da placa desportiva de Palhal.

“Estamos a aproximar-nos do final do mandato, pelo que a reunião serviu também para um balanço de todo este mandato, dos projectos que, pelo espaço temporal que nos resta, sabemos que não iremos concretizar, mas que deverão continuar a merecer muita atenção da nossa parte”, concluiu o autarca.

MC/HF

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
[wd_asp elements='search' ratio='100%' id=2]
    • Categorias

  • Galeria de Fotos