Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Brava: Rede local caminha para a efectivação do seu primeiro projecto – ponto focal

Nova Sintra, 18 Mar (Inforpress) – O ponto focal da Rede Local de Emprego e Empregabilidade da Brava, Mário Soares, anunciou que os kits referentes ao primeiro projecto já se encontram no país, faltando “muito pouco” para a efectivação do programa.

O responsável fez esta declaração à imprensa, no decorrer da nona missão da rede, onde este explicou que o objectivo principal desta missão é uma acção formação destinada aos jovens que já tinham feito a inscrição para a Medida III do FEFP – financiamento de Micro e Pequenos Projectos para jovens.

Explicou que há dez jovens inscritos para este concurso e que já foram seleccionados 5 efectivos e 5 suplentes, adiantado que durante esta quarta e quinta-feira, receberão uma acção de capacitação intensiva, como forma de prepará-los para levarem os seus planos de negócio ao concurso e um possível financiamento.

Esclareceu que este plano é uma iniciativa da Rede local da Brava, com o suporte do Programa CVE/081da Cooperação Luxemburguesa.

De acordo com Mário Soares, para os micro projectos, os financiamentos vão até 300 mil escudos e para os pequenos projectos até 500 mil escudos.

Reforçou ainda que os suplentes estão a participar desta acção de capacitação, como uma forma de “precaver”, pois, se algum dos efectivos apresentar um plano de negócio e não for seleccionado, um dos suplentes pode avançar e mesmo submeter os seus projectos a outras candidaturas para outros programas de financiamento.

Entretanto, além dos dois dias direccionados à capacitação dos jovens, o ponto focal local informou que haverá também um encontro dos gestores dos projectos com o coordenador e o assistente técnico para fazerem alguma consolidação dos dois projectos da rede local.

O primeiro é a conservação e a comercialização de produtos do pescado e o segundo projecto é direccionado à promoção de emprego e empregabilidade.

Sobre o primeiro projecto, garantiu que os materiais já se encontram no país, aguardando a sua chegada o mais breve possível na Brava.

Aguardam a chegada de um formador que vai efectuar visitas aos possíveis espaços de implementação dos kits, e trabalhar com o público-alvo deste projecto, os planos de negócios.

Para finalizar este processo, o público-alvo deste projecto, oriundo das zonas piscatórias – Furna, Lomba Tantum e Fajã d´Água, vai beneficiar de mais duas acções de capacitação e seguir para a “efectivação” do projecto, onde os jovens vão ter nas suas mãos “todos os materiais necessários e capacitação a nível de formação para começarem a conquistar o mercado, através da promoção dos seus produtos”.

Ainda dentro das actividades da rede emprego e empregabilidade, com vista à capacitação e empregabilidade dos jovens, encontram-se abertas as inscrições para formações em corte e costura e na área de construção civil.

A rede local Emprego e Empregabilidade da ilha Brava foi oficializada pela Assembleia Municipal da ilha em Janeiro de 2019 e é apoiada pela Cooperação Luxemburguesa, através do Programa Emprego e Empregabilidade CVE/081.

MC/JMV

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos