Brava: Prisão preventiva para suspeito de homicídio nos ilhéus Rombos

Nova Sintra, 27 Jun (Inforpress) – O Tribunal da Comarca da Brava decretou prisão preventiva ao jovem pescador de 22 anos, suspeito de assassinar o seu colega de 59 anos, num dos ilhéus da ilha.

Em declarações à Inforpress, o comandante da Esquadra Policial da Brava, Higor Almeida, avançou que o acto decorreu no final da tarde desta sexta-feira, no ilhéu Grande.

Foram accionadas as outras autoridades, conforme a mesma fonte, que se dirigiram ao local do sucedido e regressaram por volta das 23:30.

O agressor, identificado por Paulo Jorge Correia da Rosa, mais conhecido por “Paulo Manso”, residente em Furna, terá, segundo o comandante da Esquadra Policial da Brava, agredido com uma chave de fenda João de Jesus da Rosa, mais conhecido por “Djon”, residente também em Furna.

O corpo da vítima, de acordo com este responsável, será enviado à ilha do Fogo para a realização de autópsia.

Já o suposto homicida foi detido no momento e apresentado hoje ao Tribunal da Comarca da Brava que lhe decretou prisão preventiva. O indivíduo encontra-se neste momento detido na Esquadra Policial da Brava, aguardando a sua transferência para a Cadeia Civil do Fogo.

MC/ZS

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
[wd_asp elements='search' ratio='100%' id=2]
    • Categorias

  • Galeria de Fotos