Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Brava: Presidente do PAICV apresenta à população de Furna propostas para o país e a ilha

Nova Sintra, 25 Fev (Inforpress) – A presidente do Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV-oposição), Janira Hopffer Almada, iniciou hoje uma visita de dois dias à ilha Brava, começando os trabalhos com visita e encontro com a população de Furna.

Em declarações à Inforpress, Janira Hopffer Almada explicou que iniciou a visita pela Furna por ser uma comunidade “muito importante” para o partido, evidenciando as suas potencialidades piscatórias e ressaltando que esta é a porta de entrada da Brava.

Do encontro e da visita efectuada na localidade, a líder do maior partido da oposição disse que encontrou uma população que faz uma “avaliação negativa” do actual Governo, pois este “não cumpriu as promessas feitas aos bravenses”.

Das promessas que tinham sido feitas, a líder do partido apontou a construção do aeródromo, a ampliação do porto de Furna, a edificação de um parque tecnológico de agro-pecuária, propostas a nível do sector da Saúde, as respostas relativamente à criação de emprego, que “não foram concretizadas”.

“É um conjunto de compromissos que foram assumidos e, no final do mandato, era previsível fazer o balanço e constatar-se que os compromissos foram honrados e as promessas cumpridas”, evidenciou, acrescentando que está a aguardar para ver se o primeiro-ministro “vai ter a coragem” de apresentar as mesmas propostas e fazer as mesmas promessas de cinco anos atrás.

A presidente do PAICV disse ter a noção de que as desigualdades estão a aumentar “grandemente” no país, apontando que há muito mais pobreza e há novos pobres, considerando por um lado a pandemia, mas também, acusou o Governo de “falta de políticas sociais” para “minimizar” esta situação.  

Neste sentido, afirmou que os cabo-verdianos “merecem mais e merecem um Cabo Verde para todos”.

“Um Cabo Verde para todos, um traçar de um novo rumo, ousado e com uma visão estratégica, aproveitando as potencialidades de cada ilha, mas numa visão global de desenvolvimento e crescimento inclusivo do país”, sustentou a presidente.

Na Brava, realçou que está a apresentar este “Cabo Verde para todos”, assim como as perspectivas do partido para os transportes, sobretudo marítimos, modernização da agricultura e para aproveitar o mar de oportunidades que o mar oferece.

No sector das pescas, indicou que há necessidade de apostar na pesca industrial, na criação de condições para a conservação, a necessidade de se avançar com estruturas de transformação, sem se esquecer da necessidade de financiamento ao sector, na perspectiva da renovação da frota para o aumento da captura.

Na área da agricultura, sublinhou que além da modernização é necessário mobilizar mais água, mas também avançar na organização da produção agrícola e dos produtores, assim como na promoção do escoamento dos produtos.

E isto “não será possível” se a Brava não tiver um sistema de transporte eficiente, eficaz, regular, previsível e a custos acessíveis, pelo que prometeu que caso merecer a confiança dos cabo-verdianos vai renegociar a concessão dos transportes marítimos, “colocando primeiramente os interesses de Cabo Verde, a necessidade de garantir a coesão territorial e promover a mobilidade de pessoas e cargas”.

Janira Hopffer Almada chegou à ilha Brava na tarde desta quinta-feira e, para sexta-feira, tem agendado visitas e encontros com a população de Cachaço, Lomba Tantum, Fajã d´Água, Nossa Senhora do Monte, Mato, entre outras zonas.

MC/HF

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos