Brava: Polícia localiza corpo mas mar revolto dificulta acesso dos mergulhadores

Nova Sintra, 19 Jan (Inforpress) – A equipa policial que se encontra em diligências nos Ilhéus do Rombo para resgate dos pescadores desaparecidos esta madrugada já localizou um corpo, mas o mar está a dificultar o acesso dos mergulhadores ao local.

Segundo informações avançadas à Inforpress pelo comandante da Esquadra Policial da Brava, Higor Almeida, no mar encontra-se a equipa policial afecta ao Destacamento da Polícia Marítima da Furna, membros da Protecção Civil e mergulhadores que sempre colaboram com a equipa em situações do tipo.

Questionado sobre os outros dois pescadores, a mesma fonte avançou que os pescadores que se encontram no local informaram que já localizaram os outros dois corpos, que estes se encontram do outro lado, mas que também é de difícil acesso devido ao estado do mar.

Higor Almeida realçou que está em constante contacto com a equipa que se encontra na diligência e, assim, vai actualizando as informações.

De realçar que estes pescadores foram aos Ilhéus do Rombo para a faina da pesca e naufragaram-se.

Um pescador da ilha Brava que se encontra nos Ilhéus do Rombo alertou esta manhã as autoridades marítimas depois de ter encontrado uma embarcação de pesca danificada, mas não avistou os três pescadores da ilha.

Uma fonte da Polícia Nacional, contactado pela Inforpress em São Filipe, avançou que a embarcação com os três pescadores saiu da ilha do Fogo por volta das 05:00 horas de hoje com destino aos Ilhéus do Rombo, acrescentando que as autoridades já foram alertadas e que estão a proceder à busca nas imediações na tentativa de encontrar os pescadores.

Os pescadores da ilha do Fogo, assim como da ilha Brava, deslocam-se com frequência aos Ilhéus do Rombo para faina pesqueira, embora se trate de uma reserva integral onde as pessoas deviam ir mediante autorização das autoridades ligadas ao Ambiente.

MC/HF

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos