Brava: Ministra diz que obras de requalificação do Centro Histórico de Nova Sintra vão preservar e melhorar o espaço

Nova Sintra, 05 Ago (Inforpress) – A ministra das Infra-Estruturas, Ordenamento do Território e Habitação, Eunice Silva, considerou hoje, no acto do lançamento do projecto de requalificação do Centro Histórico de Nova Sintra, que a obra vai “preservar e melhorar” o espaço público.

Em declarações à imprensa, a governante explicou que com as obras de requalificação do Centro Histórico de Nova Sintra “pretende-se criar um tampão à volta da cidade para preservar e melhorar todo o espaço público dentro deste tampão”.

Estas obras, orçadas em mais de 27 mil contos e financiados no âmbito do Programa de Reabilitação, Requalificação e Acessibilidades (PRRA) visam requalificar os arruamentos da cidade de Nova Sintra e a conclusão dos trabalhos está prevista para Dezembro deste ano.

Eunice Silva realçou que o Governo possui, igualmente, dois contratos-programa com o município da Brava, orçadas em até nove mil contos cada um, que a câmara executa directamente para a reabilitação de casas de famílias com tectos a cair ou sem casas-de-banho e outra para a requalificação dos bairros.

No âmbito desses contratos-programa já foram construídas 55 casas de banho, 25 intervenções em tectos, 10 intervenções diversas e duas habitações construídas de raiz.

A ministra visitou as obras de construção da estrada que liga Nova Sintra a Nossa Senhora do Monte que, no mesmo contrato, contempla intervenção na estrada Nova Sintra – Fajã d´Água, e considerou que estas são intervenções pontuais, em algumas zonas críticas, que muitas vezes não são visíveis, mas que, a montante, exigem um trabalho grande porque todos os anos a ilha, o local e a vizinhança são confrontadas com desabamentos de rochas.

A governante sublinhou que este tipo de intervenção tem sido feito noutros sítios do País, tendo em conta que “são obras de emergência em que o Estado tem de intervir, dentro de uma estrada já existente, porque põe em risco as pessoas”.

A ministra encontra-se desde esta terça-feira na ilha Brava, integrando uma comitiva chefiada pelo primeiro-ministro, Ulisses Correia e Silva, que integra também o ministro da Agricultura e Ambiente, o ministro da Cultura e das Indústrias Criativas e o ministro-adjunto do primeiro-ministro para Integração Regional que detém a pasta da conexão do Governo com as câmaras municipais de Cabo Verde.

MC/HF

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos