Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Brava: Obras de acesso ao Forte de Furna iniciam-se na próxima semana

Nova Sintra, 14 Jul (Inforpress) – As obras do troço da estrada para a localidade do Forte de Furna, onde será instalada uma dessalinizadora, iniciam-se na próxima semana, garantiu hoje o presidente da Câmara Municipal da Brava.

Em declarações à Inforpress, Francisco Tavares avançou que já foi assinada a consignação desta obra, que está orçada em cerca de 44 mil contos, financiado pela Cooperação Luxemburguesa.

O acesso ao local onde será instalada a unidade de dessalinização da água do mar e o desvio ao reservatório será uma estrada de cerca de 1100 metros, e é a parte “inicial e necessária” para a viabilização da unidade dessalinizadora, que será instalada na zona de Forte em Furna.

Segundo o autarca, a cooperação luxemburguesa respondeu positivamente à solicitação da câmara para que não se fizesse apenas uma abertura da via para permitir os equipamentos chegarem a Forte, e sim uma estrada em calçada basáltica com todas as condições de segurança que permitirá, no futuro, o nascimento de uma aldeia nessa parte da Furna.

As obras, conforme informou Francisco Tavares, iniciarão a qualquer momento a partir de segunda-feira, dirigida pela empresa Elevo que já está instalada na Brava e a executar a estrada Nova Sintra a Nossa Senhora do Monte, e espera-se a conclusão da mesma lá para o final do ano.

A fase seguinte será a implementação da unidade de dessalinização da água de mar e que será alimentado por energias renováveis através de painéis fotovoltaicos, uma solução que vai resolver definitivamente a questão da água na Brava.

O projecto da dessalinizadora, que vai funcionar através da energia convencional e de parques fotovoltaicos, está orçado em cerca de 260 mil contos, financiado pela Cooperação Luxemburguesa, no quadro do Programa Indicativo de Cooperação IV (PIC IV), que inclui como sector de intervenção a água e saneamento e estende-se ainda às energias renováveis.

MC/CP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos