Brava: Ministro da Agricultura e Ambiente diz-se reconfortado com os investimentos na ilha

Nova Sintra, 05 Ago (Inforpress) – O ministro da Agricultura e Ambiente (MAA) disse hoje que se sente “reconfortado” com os investimentos que estão a contribuir para a “melhoria do rendimento, das condições de vida das pessoas e da requalificação urbana” na ilha Brava.

Gilberto Silva falava à imprensa no final da visita efectuada hoje às obras e projectos finalizados e em andamento na ilha, considerando que esta é uma visita para a constatação “in loco” dos avanços das actividades que contribuem para a execução do programa do Governo.

“Entendemos que era necessário mitigar os efeitos da seca e para isso era necessário criar empregos através de trabalhos públicos que fazem com que a cidade ou a localidade ganhe alguma infra-estrutura que fica”, explicou o governante.

Por isso avançaram com os arruamentos, que servem os munícipes, ajudam na requalificação urbana e ambiental da cidade e, ao mesmo tempo, criam postos de trabalho para as pessoas no quadro da mitigação dos efeitos da seca.

Não obstante, a criação de postos de emprego para a mitigação da seca, Gilberto Silva destacou um investimento na ordem dos 31 mil contos que o Governo está a realizar na zona de Lomba Tantum, que inclui intervenções no domínio hidroagrícola, com sistemas de bombagem e canalização de água, como forma de potenciar muito mais a agricultura, criando condições para a melhoria desta área.

Para melhor potenciar a agricultura o ministro disse entender que é necessário reduzir os custos de bombagem da água, o que os levou a investir num sistema fotovoltaico que já está, praticamente, na fase final de instalação.

Segundo Gilberto Silva, este sistema vai contribuir para diminuir os custos com a electricidade, não só para o sistema de bombagem, mas também para uma unidade de produção de gelo, transformação e conservação do pescado na zona piscatória de Lomba Tantum.

Esta intervenção vai beneficiar cerca de 280 pessoas, tanto na área da agricultura como na área da pesca, o que vai “contribuir para aumentar o rendimento” das mesmas.

“Deixa-nos reconfortados ver que, não obstante esta pandemia da covid-19, os projectos estão a avançar”, disse o ministro.

Questionado sobre os apoios para os agricultores nesta época, Gilberto Silva sublinhou que o Ministério disponibilizou sementes aos agricultores a um preço acessível e, além disso, presta assistência técnica e acompanhamento de combate às pragas, para que possam tirar melhor proveito do período da “azágua”, na esperança que chova e que tenham melhor produção.

MC/HF

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos