Brava: Ministro considera aquisição de camião compactador uma prova do “bom uso” do Fundo do Ambiente

Nova Sintra, 29 Jan (Inforpress) – O ministro da Agricultura e Ambiente (MAA), Gilberto Silva, considerou hoje a aquisição do camião compactador pela Câmara Municipal da Brava como sendo uma “prova” do “bom uso” do Fundo do Ambiente.

O governante discursava no acto da bênção e entrega oficial do camião, onde salientou que é do conhecimento de todos que nem sempre o recurso do Fundo do Ambiente foi utilizado da “melhor forma”.

Mas, acentuou que com a aquisição do camião compactador e obras em execução como o mercado de peixe, a autarquia bravense demonstrou uma “boa opção” para o uso do fundo e uma “prova concreta” de como deve ser utilizado para melhorar a qualidade do ambiente e da vida da população.

O ministro sublinhou que o camião não é em si tudo, mas que o essencial é a visão, o trabalho e a preocupação que todos devem ter com o ambiente.

Pois, reforçou que o camião pode ser um bom instrumento para a recolha do lixo, mas é necessário ter uma boa atitude para cuidar do ambiente, ter um bom sistema de recolha do lixo para que a ilha possa ficar “entre” as ilhas e dos municípios “mais limpo” do país.

Gilberto Silva aproveitou para reconhecer publicamente o “esforço” que tem sido feito pelo município, mesmo com a falta de camião na limpeza e recolha de lixo dentro da cidade e em outras zonas mais distantes e rurais.

Neste contexto, reforçou o compromisso em nome do Governo, na disponibilidade de colaborar com o município e com todos os outros do país, “sem distinção” em tudo aquilo que traz mais rendimento, melhor qualidade de vida para os cidadãos e que contribui para a realização da felicidade desejada por todos.

Por seu turno, o edil Francisco Tavares explicou que a viatura foi financiada pelo Fundo do Ambiente, um dos projectos que está sob a tutela do MAA, acentuando que é parte de um conjunto de projectos na área financiada pelo Governo.

O autarca relembrou que já tinha sido feito um reforço de papeleiras e contentores por duas vezes à luz deste financiamento e agora a chegada do camião compactador, cuja necessidade estava sendo “sentida e a vista de todos”.

Para além dos investimentos directos financiados pelo Fundo do Ambiente, falou dos que estão sendo levados a cabo pelo programa PRAA, nomeadamente os arruamentos e a melhoria da condição de vida de famílias com a construção de casas de banho e reabilitação de habitações.

Realçou, que no quesito da habitação foi um desafio que a câmara municipal “abraçou” e com mais um mandato, a ilha “não terá” mais nenhuma família sem casa de banho condigno e com casas degradadas colocando as suas seguranças em causa.

Anunciou que no próximo mês será inaugurado as obras de reabilitação do polivalente de Nossa Senhora do Monte, arruamentos em Cova Rodela, Cutelo Patxico e Roda Lorença, logo em seguida será desbloqueada a verba para o arruamento de Cachaço e o segundo pacote de investimento nas reabilitações com financiamento já disponibilizado e contrato feito.

Segundo o mesmo, é um “conjunto de ganhos consecutivos” para a ilha e que os projectos são vários, mas tudo depende da velocidade dos empreiteiros e dos trabalhadores em fornecer materiais para permitir o desbloqueamento das verbas.

O acto contou com a presença de dezenas de bravenses, do ministro da Agricultura e Ambiente e a sua comitiva, deputados municipais e nacionais, padre, entre outras entidades.

MC/CP

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos