Brava: Membros do serviço municipal dos Bombeiros vão ser capacitados em segurança e salvamento no meio aquático

Nova Sintra, 11 Mar (Inforpress) – Os membros do sector municipal da Protecção Civil e Bombeiros da ilha vão ser capacitados para garantir a segurança no meio aquático, no âmbito do plano de actividades do “Projecto Segurança nas praias 2022”,.

Esta informação foi avançada hoje à Inforpress pelo responsável municipal deste sector, António Lopes, explicando que esta capacitação se encontra no plano de actividades do Instituto Marítimo e Portuário (IMP) e visa preparar os membros do sector municipal para garantir a segurança balnear, entre outras funções que serão delegadas.

Segundo a mesma fonte, hoje foi realizado um encontro com os responsáveis, com o intuito de socializar o plano e o projecto para a região Fogo – Brava, no que toca à questão do salvamento e fiscalização nas praias balneares, onde será realizada uma formação na área de busca e salvamento e controlo das praias balneares.

António Lopes avançou que o Serviço Nacional da Protecção Civil, conjuntamente com o IMP e a Câmara Municipal vão organizar um plano de actividades para as praias balneares.

Quanto à corporação de Bombeiros, este responsável diz estar ciente de que a missão dos membros é trabalhar para garantir a segurança das pessoas, mas que com o apoio do IMP estes serão munidos de mais formações e a nível local vão fazer com que haja implementação na prática deste projecto que tenciona colocar nadadores salvadores em todas as praias balneares da ilha.

Questionado sobre a importância deste projecto para a olha, a mesma fonte destacou que quando os munícipes se dirigirem às praias balneares passam a se sentir mais confortáveis e seguros, pois, caso surgir algum acidente, haverá um profissional que está apto para socorrer e prestar qualquer apoio.

Já para o sector municipal, realçou que com esta formação os membros saem “mais bem capacitados e com capacidade de prestar um socorro mais condigno, assim como de fazer qualquer intervenção”.

Em termos de incidentes nas praias balneares na Brava, este António Lopes avançou que nos últimos três anos, pelo menos, não têm tido incidentes muito graves, lembrando, no entanto, que no passado, por algumas vezes, aconteceram incidentes e com casos de mortes.

MC/JMV
Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos