Brava: Marly´s Miracle Foundation cria centro de pesquisa e actividades (c/áudio)

Nova Sintra, 28 Jun (Inforpress) – A Fundação americana Marly´s Miracle já tem um centro de pesquisa e actividades na Brava, que permitir os alunos fazerem as suas pesquisas na Internet, impressão de documentos, entre outros.

Maria Pereira, fundadora da fundação, explicou à Inforpress que o centro de nome “Marly´s Miracle Foundation – Centro de Actividades Maria Pereira” tem disponível três computadores para o uso dos utentes, um para o responsável, Internet ilimitado, que permite os alunos fazerem as suas pesquisas e impressão gratuitas.

Além disso, informou que o centro vai realizar workshops e formações, noite de filmes e outras actividades que servem para inclusão e criar estímulos no seio dos estudantes, ressaltando que o centro está situado no Auditório Municipal, na Vila de Nova Sintra, mas é para servir a ilha toda.

Aliás, sublinhou que o grande sonho é criar mais dois centros na ilha, um em Nossa Senhora do Monte e outro em Furna para permitir e garantir que todos os alunos e jovens tenham acesso e beneficiem dos serviços prestados pelos centros.

A fundação radicada nos Estados Unidos, que há mais de dois anos vem apoiando os cabo-verdianos de todas as ilhas de Cabo Verde com o envio de encomendas, pretende agora investir e apoiar o país de uma outra forma.

“Nestes dois anos e meio enviamos 35 caixas com materiais e equipamentos para diversas instituições de todas as ilhas do país, mas agora queremos apoiar de uma forma diferente à semelhança daquilo que já começamos a fazer na Brava”, disse a mentora do projecto.

Este centro, conforme avançou Maria Pereira, só foi possível graças aos parceiros que a fundação possui, destacando a Câmara Municipal da Brava, a CV Telecom e o programa “Menos álcool, mais vida”, que aliás, reforçou, a ideia surgiu de uma conversa entre ela e o embaixador do programa na ilha.

O embaixador do programa “Menos álcool, mais vida”, Simão Borges, avançou que pretendem, enquanto embaixador, dinamizar o espaço para servir a ilha e passar mensagens para uma sociedade “melhor”, através de actividades programadas.

Por seu turno, o vereador responsável pelo Pelouro da área da Educação, Formação e Juventude da Câmara Municipal da Brava, Mário Soares, que reconheceu a importância do espaço, avançou que a autarquia sempre foi parceira da fundação e que para o centro em específico vão disponibilizar um técnico informático para capacitar a pessoa que ficará responsável pelo centro e apoiar em outras áreas necessárias.

Para finalizar, Maria Pereira apela aos bravenses que façam um bom uso do centro, preservando-o para servir a todos os que precisarem.

MC/CP

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos