Brava: Mais de 600 crianças atendidas na missão de reconhecimento de necessidades de saúde dentária

Nova Sintra, 09 Set (Inforpress) – A missão da Califórnia (EUA), para o reconhecimento de necessidades de saúde dentária de crianças e jovens em idade escolar, na Brava, promovida pela Fundação Brava Sustentável, atendeu mais de 600 crianças.

Estes dados foram avançados à Inforpress pelo presidente da Fundação, José Gonçalves, que considerou esta missão “excelente”, tendo em conta que é a primeira vez, e o levantamento destas necessidades foi feito em toda a ilha, tendo sido atendidas 631 crianças desde o pré-escolar ao liceu.

Destes dados, explicou que 147 destas crianças necessitam de algum cuidado, inclusive alguma extração dos dentes molares, cujas intervenções serão feitas na próxima missão da equipa.

Pois, reforçou que esta missão de levantamento chefiada por Purobi Phillips, que representa uma organização sediada em São Francisco, na Califórnia, foi realizada no sentido de preparar uma equipa de dentistas, de acordo com as necessidades detectadas, para oportunamente efectuar uma missão de tratamento das crianças e jovens visados.

A próxima missão, conforme anunciou, poderá ser em Outubro de 2023, uma vez que a equipa já tem agendada uma missão para a ilha do Fogo, e dos cinco dias que vão estar na ilha, podem deslocar-se à Brava e num dia fazem as 147 intervenções.

Inicialmente, este responsável realçou que estão a trabalhar para que a ilha possa receber visitas desta equipa anualmente, mas com o decorrer do tempo e de acordo com as necessidades detectadas, pode-se ver a possibilidade de aumentar as vindas à ilha.

Os pais e encarregados de educação que acompanharam os filhos receberam esta missão com “muita satisfação”, pois conforme afirmou Ana Oliveira, esta é uma acção “bastante gratificante” tendo em conta que nem sempre todos os pais ou encarregados de educação possuem a mesma oportunidade na vida.

Além disso, realçou que muitas vezes os moradores das localidades distantes da cidade de Nova Sintra possuem alguma dificuldade em relação às consultas, principalmente na questão de dentista que não há um residente na Brava.

Portanto, em nome dos pais, agradeceu a equipa e pediu aos pais para se agarrarem a esta oportunidade e seguir as recomendações dos dois dentistas, principalmente na questão da saúde bucal, iniciando-se pela alimentação e a higienização dos dentes e da boca.

“É preciso cultivarmos os bons hábitos e ensinar os nossos filhos a importância da saúde bucal, não só controlando a higienização dos dentes e da boca, mas também controlando o que comem”, finalizou.

Esta missão realizou-se a convite da Fundação, em parceria com a Delegacia de Saúde, a Delegação do Ministério da Educação e a Câmara Municipal da Brava.

Enquadra-se, conforme explicou o presidente da Fundação, José Gonçalves, no projecto +Saúde que inclui cinco eixos de intervenção, desenhados para oferecer uma melhor e mais saúde aos bravenses.

MC/CP

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos